Santos sai na frente, mas Grêmio arranca empate com pênalti no fim
Foto: Ivan Storti/Santos

No clássico Brasileiro, Grêmio e Santos se enfrentaram nesta quarta-feira (9), na Arena do Grêmio, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores. O Peixe, que faz uma ótima campanha como visitante, saiu na frente com gol de Kaio Jorge, no primeiro tempo. Mas o Tricolor empatou nós acréscimos do segundo tempo, em cobrança de pênalti, convertida por Diego Souza.

Santos é efetivo no primeiro tempo

O Grêmio começou a partida tentando pressionar e criou duas chances de abrir o placar, com Pepê e Kannemann.

Aos três minutos, Pepê chegou pela esquerda, invadiu a grande área e cruzou. Porém, a zaga santista estava atenta e afastou o perigo. Na sequência, Pinares cruzou forte pela esquerda e Kanemann chegou bem para cabecear por cima do gol defendido por John Victor.

Pelo lado santista, Jobson teve duas chances, mas sem muita efetividade não conseguia finalizar as jogadas. A partida seguia truncada no meio de campo, sem muitas chances de gols para as duas equipes.

Aos 20 minutos, o Peixe reclamou de um pênalti em Marinho, mas o juiz mandou seguir o jogo. O Tricolor Gaúcho não conseguia acelerar o jogo e nem criar chances.

Melhor para a equipe santista, que na melhor oportunidade do jogo, soube aproveitar. Aos 35, Pará cruzou, mas o goleiro Vanderlei saiu muito mal do gol, Felipe Jonatan cabeceou, e Kaio Jorge desviou para o fundo das redes.

Na sequência da partida, os jogadores das duas equipes se estranharam após Jobson chutar a bola em Luiz Fernando. Já com o jogo reiniciado, o árbitro deu vermelho para Pinares, do Grêmio por uma falta forte em Diego Pituca. Porém, na revisão do VAR, a arbitragem voltou atrás, anulou o cartão vermelho e deu amarelo para Pituca.

O Santos não sofreu na defesa durante o primeiro tempo, e conseguiu neutralizar o Grêmio. Já o Imortal, tinha dificuldades para encontrar soluções para sair da marcação no meio-campo e se organizar n o campo ofensivo deixando a defesa exposta.

De pênalti, Grêmio deixa tudo igual

No segundo tempo a partida seguia na mesma intensidade, com um Grêmio abusando da falta de criatividade nas jogadas e o Santos mais organizando e tentando levar mais perigo.

O Tricolor seguia sem encontrar espaços, e abusava da bola parada e das finalizações de fora da área. O zagueiro David. Braz cobrou falta de longe, obrigando John Victor a fazer boa defesa.

O Santos respondeu com Pituca, finalizando de longe. Vanderlei espalmou e no rebote a bola sobrou limpa para Kaio Jorge, que desperdiçou a chance de aumentar a vantagem.

Nos minutos finais, o Santos recuou demais, porém a equipe gremista seguia inofensiva.

Mas após a expulsão de Diego Pituca, o Tricolor avançou e conseguiu buscar o empate em um pênalti, bastante reclamado pelos santistas. Com o auxilio do VAR, o árbitro assinalou braço de Vinícius Baloeiro. Na cobrança Diego Souza converteu. 

E agora?

Com o empate com gols, o Santos pode empatar por 0 a 0 na Vila Belmiro na próxima quarta-feida(16), às 19h15(de Brasília),  para avançar à semifinal. Novo 1 a 1 levaria a decisão para os pênaltis. E quem vencer se classifica.

Antes da decisão o Santos enfrentará o Flamengo, no Maracanã, no domingo(13), às 16h(de Brasília). O Grêmio visitará o Goiás, no sábado(12).

VAVEL Logo