Cruzeiro perde para Oeste e praticamente dá adeus ao acesso
Foto: Cruzeiro/Divulgação

Nesta quarta-feira (13), Oeste e Cruzeiro se enfrentaram pela 34ª rodada do Brasileirão Série B. No Independência, as equipes fizeram um duelo movimentado com chances para ambos os lados. Quem levou a melhor foi o Rubrão que chegou como visitante à casa da Raposa.

A equipe rubro negra venceu a partida por 1 a 0, com gol de Fábio, mas permaneceu na lanterna do campeonato com 26 pontos. Já o Cruzeiro, com a derrota, permaneceu no 13° lugar do campeonato, com 44 pontos, mas viu a chance de acesso se desmanchar ao longo da partida.

Primeira etapa

O Cruzeiro dominou boa parte do primeiro tempo e, criou as melhores chances durante os primeiros 45. No entanto, a Raposa foi completamente ineficiente ao finalizar e assim, mesmo com seis finalizações, nenhuma teve a efetividade de estufar as redes. Do contrário, o Rubrão foi extremamente eficiente.

Com a pressão celeste, o time paulista aproveitou-se dos espaços cedidos pelo adversário e apostou em jogadas de contra-ataque. O Cruzeiro apostava na troca de passes para furar a defesa do Oeste mas, muitas vezes sem sucesso o time recorria a cruzamentos que também não foram capazes de ajudar a Raposa.

O goleiro Caíke foi um dos principais nomes da primeira metade da partida. Ele defendeu três chutes certeiros de Rafael Sóbis.

Por fim, aos 41, Raí Ramos invadiu a área celeste e cruzou para Fábio fazer o único gol da partida. A jogada saiu a partir da recuperação da bola enquanto o Cruzeiro estava no ataque.

Segunda etapa

No início da última metade da partida, Felipão apostou na entrada de Stênio e Claudinho que não retornaram o esperado. O problema da Raposa no segundo tempo foram os erros de cruzamento que prejudicaram o desenvolvimento das jogadas ofensivas. Dos 14 cruzamentos que tentou o Cruzeiro acertou apenas dois.

A equipe celeste trocou a premissa e começou a trabalhar melhor a bola e buscar passes mais rápidos para entrar na área do Oeste. As jogadas funcionaram por algumas vezes. O mais próximo do gol que a Raposa chegou foi aos 10 quando a bola sobrou para Felipe Machado e ele chutou a bola na trave.

Na sequência, aos 12, Claudinho conseguiu a infiltração e passou para Rafael Sóbis concluir, porém, o atacante parou em Caike estava uma noite inspirada. O duelo mais interessante da partida foi travado por Pedrinho e Manoel que tentaram anular um ao outro a todo custo.

Pedrinho levou a melhor em alguns lances e até tentou uma lambreta pra cima do zagueiro celeste. O atacante do Oeste também teve a chance de ampliar e liquidar de vez a partida aos 33, mas o goleiro Fábio defendeu.

Próximos jogos

O Cruzeiro volta a campo no próximo sábado (16), às 19h, quando encara o Juventude, fora de casa. Já o Oeste joga no mesmo dia, mas às 21h, quando recebe o Confiança. Ambos os jogos são válidos pela 35ª rodada da Série B do Brasileirão.

VAVEL Logo