Chutaço de Max salva estreia pouco inspirada dos garotos do Flamengo contra o Nova Iguaçu
(Foto: Marcelo Cortes/ Flamengo)

Nessa terça-feira (2), cinco dias após a conquista do octacampeonato brasileiro, o Flamengo voltou a campo na estreia do Campeonato Carioca, contra o Nova Iguaçu, no Maracanã. Mas, enquanto boa parte do elenco principal ganhou duas semanas de férias, a garotada foi chamada para representar o Rubro-Negro no começo do torneio.

A equipe da Baixada Fluminense tinha um maior ritmo de jogo, pois veio da seletiva, e optou por se fechar no primeiro tempo, dando a bola para o time comandado por Maurício Souza, que pouco soube o que fazer com ela para superar a forte - e boa - marcação dos visitantes.

Destaques da partida no Maraca

No começo da partida, o lado direito de ataque com Matheusinho e Thiaguinho foi mais exigido, e a equipe conseguiu as primeiras finalizações por ali, mas sem muito perigo. A melhor jogada na primeira etapa saiu aos 20 minutos, quando Lázaro foi lançado e dominou com categoria, ajeitando para Daniel Cabral, que chegou batendo de primeira, mas o chute saiu pela linha de fundo.

Centroavante titular na estreia, Rodrigo Muniz encontrou dificuldade para levar vantagem sobre a dupla de zaga adversária. No fim da primeira etapa, tomou a decisão errada ao passar a bola quando estava na cara de Luis Henrique, e desperdiçou a melhor chance antes do intervalo.

Mesmo pouco exigida, a dupla formada por Natan e Gabriel Noga na defesa teve uma boa atuação, inclusive auxiliando na saída de bola, onde também teve ajuda do volante João Gomes, que já se tornou um xodó da torcida pelas participações na equipe principal.

Gol no último minuto salva o Fla

No segundo tempo, o Flamengo tentou voltar mais agressivo, especialmente com chutes de fora da área, mas logo a diferença física entre as equipes ficou clara, principalmente a partir da metade final, quando o Nova Iguaçu passou a buscar sair do Maracanã com os três pontos, e quase conseguiu com um chutaço de Abuda no travessão e com Canela parando em Gabriel Batista, aos 47 minutos. Logo após esse lance, o Rubro-Negro chegou com Lázaro, que rolou para Max encher o pé e acertar o ângulo de Luiz Henrique para garantir a vitória do jovem time rubro-negro na estreia.

VAVEL Logo