Flamengo sai atrás, mas busca empate contra La Calera e continua invicto na Libertadores
(Foto: Alexandre Vidal / CRF)

Na noite dessa terça-feira (11), Unión La Calera, do Chile, e Flamengo se enfrentaram no estádio Nicolás Chahuán Nazar, pela 4ª rodada do Grupo G da Libertadores. Em jogo movimentado, La Calera abriu dois gols de vantagem, mas o Rubro-Negro foi buscar o empate, 2 a 2, e ficou mais próximo da classificação.

Com o resultado, os chilenos continuam na lanterna da chave, com dois pontos. Já o time brasileiro continua na liderança com 10 pontos e ainda pode garantir a vaga nas oitavas nessa rodada, com uma vitória da LDU sobre o Vélez, na quinta-feira (13).

Flamengo falha na defesa, mas diminui antes do intervalo

A partida começou com o Flamengo tocando a bola, tentando entender como é o gramado sintético, mas o time chileno foi mais agressivo e teve a primeira grande chance aos 4, quando Cavalleri cabeceou para o chão, no contrapé de Gabriel Batista, que fez grande defesa. Aos 7, Bruno Viana recuou curto para Gabriel, que conseguiu ganhar a dividida mas, na sequência, o camisa 30 dormiu no ponto, foi desarmado e após outra boa defesa do jovem goleiro rubro-negro, Ariel Martínez abriu o placar, La Calera 1 a 0.

O Rubro-Negro passou a tentar ficar mais com a bola no campo de ataque, mas encontrava dificuldades para furar a defesa chilena. Após um bate-rebate, a bola sobrou para Gabigol na área, mas o chute de direita do camisa 9 parou em Arias. Aos 19, Arrascaeta arriscou da entrada da área e o goleiro do La Calera fez outra bela defesa. Os donos da casa chegaram ao segundo gol aos 26 minutos, quando Arão não conseguiu cortar a bola após cobrança de escanteio, e a bola entrou no cantinho, 2 a 0.

O Flamengo conseguiu uma resposta rápida: três minutos depois, Everton Ribeiro saiu na cara de Arias e foi empurrado por Ariel Martínez, sofrendo o pênalti. Gabigol, com a frieza habitual, deslocou o goleiro e diminuiu o placar, 2 a 1, marcando seu 17º gol pelo time da Gávea na Libertadores, se tornando o maior artilheiro do clube na história da competição. Embalado pelo gol, o Rubro-Negro quase chegou ao empate na cabeçada de Arrascaeta, parando em nova grande defesa do goleiro chileno. Antes do intervalo, a equipe de Rogério Ceni teve a última chance da primeira etapa após jogada ensaiada, que terminou com finalização perigosa de Arão, por cima do gol.

Rogério ousa nas mudanças, Flamengo pressiona e consegue o empate

Sem mudanças nas equipes, a segunda etapa recomeçou como terminou a primeira, com o Rubro-Negro dominando a posse no campo de ataque, mas pouco conseguia criar perigo ao gol do La Calera. Aos 11, quase foi a vez do time chileno devolver o gol contra, mas a bola foi em cima de Arias após o desvio contra de Laba. Três minutos depois, Rogério fez a primeira mudança, colocando a equipe mais ofensiva: Pedro no lugar de João Gomes.

A substituição logo surtiu efeito, e a equipe carioca criou três grandes chances em sequência: aos 15, Gabigol tocou para Pedro, que ajeitou para Arrascaeta chutar colocado e a bola passou tirando tinta do ângulo. Dois minutos depois, Bruno Henrique fez boa jogada pela esquerda e tocou para Pedro chutar cruzado, com muito perigo. Aos 20, a bola sobrou para Pedro na área, o camisa 21 chutou cruzado, e a bola passou por Arias e por Gabigol, que não alcançou para tocar para o gol vazio.

Apesar de jogar em casa, o Unión La Calera pouco atacava, e quando se mandava para o ataque, abusava das bolas longas, que a defesa rubro-negra - incluindo o goleiro Gabriel Batista, que jogava mais adiantado por causa da linha alta - afastava e retomava a posse para voltar a atacar. Aos 31, Arrascaeta cobrou escanteio na medida para Arão subir sozinho e mandar para o gol certo dessa vez, 2 a 2.

O empate abriu novamente a partida, e o time chileno teve uma boa chance na cobrança de falta de Vargas, mas Gabriel fez boa defesa. Na reta final do jogo, Ceni fez novas mudanças ousadas, colocando Ramon e Matheusinho nas vagas de Bruno Viana e Isla, deslocando Filipe Luís para a zaga. Os donos da casa voltaram a se retrancar para segurar o ponto em casa, e o Flamengo novamente encontrou dificuldades para marcar o gol da virada, apesar de pressionar, o que acabou não acontecendo.

Próximos compromissos

Na próxima rodada, o Unión La Calera irá até Buenos Aires enfrentar o Vélez Sarfield, na quarta-feira (19) às 19h. No mesmo dia, mas às 21h, o Flamengo receberá a LDU no Maracanã.

VAVEL Logo