Enderson Moreira valoriza empate do Botafogo contra Guarani: "Não vamos vencer todas"
Foto: Thomaz Marostegan / Guarani

O Botafogo ficou no empate por 1 a 1 com o Guarani na noite desta quarta-feira pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro Série B. Após o jogo, o técnico Enderson Moreira valorizou o empate conquistado em Campinas.

“Nós tivemos boas oportunidades na construção de situações de transição ou mesmo de construção ofensiva. Tomamos algumas decisões equivocadas e acabamos forçando o jogo por dentro. Nos equivocamos muito no penúltimo passe, mas faz parte. Sabíamos da dificuldade do jogo, era uma briga direta. Nós não vamos vencer todos os jogos. O empate é para se valorizar.”

O treinador falou da dificuldade da sequência de jogos:

“Tivemos dois jogos difíceis e viemos enfrentar o Guarani praticamente sem treinar. Eu tinha muita dúvida de como seria nosso desempenho em cima de todo o desgaste. Tecnicamente a gente não fez um jogo tão qualificado como poderíamos, mas em virtude dessa sequência difícil, foi satisfatório.”

Sobre a má campanha fora de casa, Enderson disse o seguinte:

“A gente conversou muito sobre isso. Comigo foram três jogos e quatro pontos. Claro que a gente tinha a expectativa de fazer mais fora de casa. Mas tivemos jogos extremamente difíceis e uma sequência muito curta de termos três jogos em seis dias, com duas viagens. Hoje percebemos que os atletas tiveram que tirar força para poder competir, disputar e correr. Nesse sentido estou muito orgulhoso deles, que deram uma prova de superação. Eu tinha muitas dúvidas se eles conseguiriam manter o nível de competitividade que a gente tem demonstrado durante esse período.”

 Enderson também falou sobre os gols sofridos de bola aérea:

"Foram vários cruzamentos para a área. A gente consegue filtrar muito, acho que é uma coisa muito importante. Hoje tivemos duas bolas paradas que o Guarani teve chance e sempre pensamos em ajustar um pouco para tentar controlar. Mas tem mérito do outro lado também. Eles fizeram uma inversão de jogo e nós não conseguimos diminuir rápido o cruzamento. Isso facilitou muito para quem foi cruzar, tinha muita liberdade. E o meia entrou no espaço que foi criado e foi feliz no cabeceio. Não é um jogador com grande estatura, mas ocupou muito bem o espaço. A gente tem dado boa consistência no sistema defensivo."

O Botafogo volta a campo no próximo domingo, às 11h, contra o Vila Nova no Nilton Santos pela primeira rodada do segundo turno da Série B. A equipe tenta entrar pela primeira vez no G-4, para não sair mais até o final e conquistar o sonhado acesso à Série A.

VAVEL Logo