Interino do Botafogo cita vento como determinante de empate com Avaí: “Dois tempos distintos”

Treinador comenta que fator natural fora importante para o resultado ruim na noite desta quarta (18)

Interino do Botafogo cita vento como determinante de empate com Avaí: “Dois tempos distintos”
(Foto:Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

Após conseguir um empate no último minuto diante da equipe do Avaí, fora de casa, na noite desta quarta (18), a equipe do Botafogo viu a chance de encostar nos 4 primeiros colocados no Campeonato Brasileiro escapar. Para o técnico Emilio Faro, substituto de Jair Ventura que cumpriu suspensão após ser expulso no último jogo, a culpa está no vento forte que atingia a Ressacada no horário da partida.

Emilio começou a entrevista ressaltando o fator do vento que atrapalhou demais sua equipe e que cada tempo foi distinto em função disso. "Jogo de dois tempos distintos. Um que estava à favor do vento, outro quem estava contra", comentou. O treinador também argumentou que o primeiro tempo fora abaixo do esperado por conta da não preparação para utilizar o vento ao favor do alvinegro. "No primeiro tempo não usamos o vento à nosso favor. Não chutamos de fora da área, não finalizamos com precisão", disse.

Ressaltando a bela partida de Gatito Fernandéz, principalmente no segundo tempo, Emilio comentou sobre o crescimento do time catarinense na segunda etapa. "Eles tem um belo conhecimento do campo deles, e não fizemos um bom segundo tempo. O Gatito fez uma bela partida", ressaltou.

Perguntado se há com o que se preocupar após dois jogos sem vitória e uma possível queda de rendimento, Emilio disse que isso é algo inexistente. "Entramos no jogo como vice-líder do returno. Não vejo uma oscilação da equipe", disse.

O Botafogo voltará para o Rio de Janeiro na manhã dessa quinta e o elenco ganhará o dia de folga, se reapresentando na sexta, no Nilton Santos.