Ativo em redes sociais, Sassá prega nova ponderação: "Agora tem que ser politicamente correto"

Autor do gol de empate da Raposa com o Flamengo nesse domingo (16), atacante afirmou que já está ambientado ao time mineiro, onde considerou ser "mais tranquilo de viver"

Ativo em redes sociais, Sassá prega nova ponderação: "Agora tem que ser politicamente correto"
Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro

Atos indisciplinares fora das quatro linhas, afastamento do grupo do Botafogo, saída conturbada do time carioca e acerto com o Cruzeiro. Tudo isso esteve no roteiro do atacante Sassá em 2017. De casa nova após deixar a equipe botafoguense, o atacante conseguiu marcar seu primeiro gol com a camisa da Raposa, e justamente contra um velho conhecido: o Flamengo. Sassá estufou as redes do rubro-negro carioca no empate em 1 a 1 das equipes nesse domingo (16).

Em coletiva na Toca da Raposa II, o jogador externou sua alegria por ter marcado o gol celeste. "Estou feliz por voltar a marcar. Já tinham passado cinco jogos e nem susto eu estava dando. Entrei e fui feliz. Para o atacante é sempre bom para ganhar confiança e jogar por vaga", comentou.

No jogo desse domingo, Sassá entrou aos 13 minutos do segundo tempo, substituindo Élber. Aos 14, já em campo, tocou pela primeira vez na bola, justamente o toque que empatou o jogo. O atleta comentou o fato de seu primeiro tento cruzeirense ter saído contra um time que já conhecia desde sua época de Botafogo."Como sou do Rio, jogar contra o Flamengo é sempre especial. Um jogo que vale bastante. Fiquei muito feliz de marcar gol em casa, logo no meu primeiro toque na bola", pontuou.

Contratado pelo Cruzeiro este ano, Sassá categorizou como satisfatória a sua adaptação à nova equipe. O atacante esteve nas últimas cinco partidas da Raposa no Brasileirão, em todos esses casos entrando no decorrer dos jogos.

"Estou ambientado no Cruzeiro e estou feliz de jogar em um grande time com jogadores de verdade como Thiago Neves e Sóbis. Eu fico brincando com o Neves que ele é de verdade, não engana. Queria vir para um lugar mais tranquilo e onde eu poderia ter mais repercussão. Cruzeiro é time grande, onde posso me projetar ainda mais. E aqui é mais tranquilo de viver”, afirmou.

Cauteloso na web e nas declarações?

Bastante ativo nas redes sociais, Sassá parece ter repensado sua presença na web. O atacante afirmou que tem evitado fazer certas postagens, pelo que considera como "politicamente correto".

"Está chato. Eu sou a prova viva disso. A gente não pode postar nada em rede social, não pode brincar com time adversário... Estou até evitando postar no Instagram, estou sendo bastante xingado. Eu gosto de brincar, futebol é alegria, brincadeira. Mas agora tem que ser politicamente correto", apontou.

Ponderado não só na internet. Quando Sassá foi questionado acerca de pontos relativos ao Botafogo, disse que preferia não falar, porque daria "trabalho". A saída do jogador do clube carioca aconteceu de forma tumultuada, logo após um período em que foi afastado por indisciplina. Ele ainda citou Jair Ventura, técnico botafoguense, ao compará-lo com seu novo comandante, Mano Menezes.

"Não vou falar o que quero, se não vai dar trabalho. Está doido. Com o Jair no Botafogo, eu comecei desde a base. Mas aqui no Cruzeiro é outra história, o Mano tem muito mais bagagem, vou aprender bastante, espero crescer bastante. Mas não é isso que quero falar não", afirmou Sassá.

Sassá revelou que tem aprendido muito com Mano (Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)