Cruzeiro não consegue antecipar partida contra Atlético-GO pelo Brasileirão

Raposa deu duas datas para a CBF, que recusou as duas e manteve o jogo a três dias da final da Copa do Brasil

Cruzeiro não consegue antecipar partida contra Atlético-GO pelo Brasileirão
Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

A CBF negou nesta sexta-feira (15) o pedido do Cruzeiro de antecipação do jogo diante do Atlético-GO, pelo Campeonato Brasileiro. Na expectativa de ter o time mais descansado no dia da final da Copa do Brasil, contra o Flamengo, no dia 27 de setembro, no Mineirão, a Raposa tentou antecipar o jogo, mas não obteve sucesso.

A resposta para a agremiação mineira é que no dia 23 de setembro, ou seja, um dia antes da data oficial da partida, Goiânia receberá o duelo entre Goiás e Paysandu, pela Série B, no Serra Dourada, e a Polícia Militar do estado não tem efetivo suficiente para dar segurança necessária para as duas partidas.

A diretoria celeste ainda tentou antecipar mais ainda o jogo, levando a partida para o dia 21 de setembro, na quinta-feira. No entanto, segundo a CBF, o prazo é curto entre o requerimento e a realização do confronto.

Por isso, é quase certo que o Cruzeiro entre com o time reserva, já que o próprio técnico cruzeirense, Mano Menezes, alertou que a prioridade é a Copa do Brasil.Já o Flamengo, também finalista da Copa do Brasil, jogará no sábado, dia 23 de setembro, pelo Campeonato Brasileiro, e poderá ter o conforto de jogar no Rio de Janeiro.

Diante das respostas da CBF, o jogo entre Atlético-GO e Cruzeiro, no Estádio Olímpico, segue com a agenda normal, no dia 24 de setembro, três dias antes da partida mais importante da temporada até o momento.

Na primeira partida da final da Copa do Brasil, Cruzeiro e Flamengo empataram por 1 a 1, no Maracanã. No dia 27, será campeão quem vencer a partida no tempo normal em Belo Horizonte. Nessa fase do torneio, os gols marcados fora de casa não são mais critério de desempate. Por isso, nova igualdade no placar levaria a decisão para os pênaltis.