Rueda não confirma retorno de Réver e pede apoio da torcida no Maracanã: "Espero um estádio lotado"

Contra o Junior-COL, capitão rubro-negro retornará após quase um mês fora por uma lesão no joelho, enquanto Everton segue fora

Rueda não confirma retorno de Réver e pede apoio da torcida no Maracanã: "Espero um estádio lotado"
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

Na véspera da primeira partida da semifinal contra o Junior-COL pela Copa Sul-Americana, o técnico Reinaldo Rueda falou com a imprensa no Ninho do Urubu nesta quarta-feira (22). O colombiano confirmou o retorno de Réver, fora após lesão no joelho direito contra o Fluminense, pela mesma competição, mas não garantiu se o zagueiro começará como titular:

"Réver está trabalhando bem. Não tem nenhum problema. Se vou escalar (com Juan) é uma situação que vou decidir nas próximas horas. Tem que considerar também que Rhodolfo e Rafael (Vaz) vem com ritmo também. Mas importante é a experiência do Réver e do Juan para segurança da zona defensiva".

Rueda também confirmou que Everton ainda está em fase de transição após lesão na coxa contra o Coritiba, e não ficará disponível para a partida. Disputam a vaga no time titular, o meia argentino Mancuello, que marcou um golaço contra o Corinthians, e o jovem Vinicius Jr. Ambos foram elogiados pelo treinador rubro-negro:

"Everton está em transição. Ainda tem pequena dor, ainda um pouco de insegurança. Vamos a reservar e poupar para que talvez esteja no próximo jogo. No jogo anterior esteve Mancuello que teve bom comportamento, Vinicius também volta da suspensão que teve. São homens desta posição e podem jogar sem problemas e exercer a função".

Sobre o adversário da semifinal, velho conhecido do treinador rubro-negro, Rueda encheu de elogios o técnico adversário, previu que será um duelo intenso contra o atual campeão da Copa Colômbia e negou uma vantagem por conhecer o Junior: 

"Um time que tem um técnico com muita experiência, sempre tem sido protagonista no colombiano e na copa da Colômbia. Rival muito difícil, jogo muito equilibrado. As duas equipes tem nomes muito importante e creio que será intenso. É um time muito protagonista do futebol colombiano. Ja tivemos a sorte de ter confrontos intensos (na época do Nacional) e foram jogos muito equilibrados. Creio que no futebol mundial hoje não tem segredo nem mistério. Todos nos conhecemos. Mas há algumas situações pontuais que conhecemos mais. Mas creio que quando estão 11 contra 11, a inteligência de jogo é a tomada de decisões e aproveitar a oportunidade''.

Rueda, assim como Diego, pediu o apoio da torcida no Maracanã. Até a manhã dessa quarta-feira, 28.800 ingressos foram vendidos, e a venda segue até o intervalo da partida de amanhã:

"Para nós é muito importante o apoio da torcida. Precisamos desse apoio. O time está em um momento muito importante em torneio internacional. O apoio da torcida para que o time sinta esse calor e essa paixão. Acredito que amanhã e hoje vai ter maior venda de ingressos. Esperamos ver um estádio lotado, que se faz sentir o fator casa. Ajuda o jogador", afirmou o colombiano.

Por fim, o treinador falou sobre a responsabilidade de conquistar o título da competição para tentar corresponder as expectativas criadas no ano, e que não puderam ser correspondidas na Libertadores e no Brasileiro. Além disso, um bom resultado na semifinal poderia mudar o ânimo nas rodadas finais do Brasileiro, segundo Rueda: 

''Sem dúvida é vital pelas aspirações que se tem e pela meta que significa um torneio internacional. Pelo insucesso na Libertadores e irregularidade no Brasileiro. Está vivo esse sonho, são jogos difíceis. Um bom resultado mudaria todo o ambiente e a confiança para terminar o Brasileirão''.