Levir Culpi não resiste à pressão e é demitido do Fluminense

O treinador não suportou a pressão e foi demitido após a derrota para o Cruzeiro por 4-2 neste domingo.

Levir Culpi não resiste à pressão e é demitido do Fluminense
Foto: Divulgação/FluminenseFC

Mediante a derrota por 4-2 para o Cruzeiro no Mineirão, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, anunciou - ainda nas imediações do estádio - a demissão de Levir Culpi do posto de treinador da equipe. Levir estava no Fluminense desde 4 março e não resistiu à sequência de derrotas.

O anuncio foi feito em um pronunciamento oficial logo após a partida na qual o presidente Peter se desculpou com a torcida pelos últimos resultados e comunicou a interrupção do trabalho de Levir.

"Queria pedir desculpas antes de mais nada e apesar de tudo, os resultados tem nos favorecido. Mas, no fundo, ainda não está perdido. As chances de libertadores existem e o Fluminense tem que dar uma mexida, mudar a atiude e então, chegou a hora de fazer uma mudança. Anuncio a saída do Levir e depois de amanhã o Marcão assume o time junto com o Matheus, auxiliar técnico."

A demissão foi um pedido do presidente, que afirmou não ter sido uma decisão fácil. Levir, já havia pedido demissão em outro momento, mas, o mesmo foi convencido por Peter a permanecer à frente da equipe. A demissão do treinador já era aguardada nas últimas rodadas, uma vez que a equipe não tem mostrado um bom futebol. Com a saída de Levir, o ex-jogador Marcão assume o comando técnico da equipe, à princípio, até o final do ano.

O presidente finalizou o seu pronunciamento pedindo ao torcedor paciência com Marcão, ídolo do clube e afirmou que permanecerão de olho no desempenho técnico da equipe. O ex-jogador assume o time de maneira interina. 

Desde que assumiu o comando técnico tricolor, Levir não obteve uma boa sequência sendo criticado por ter demorado a achar o time titular. No entanto, como afirmou o próprio presidente, "o time foi irregular durante a temporada mas teve bons momentos". Sob o comando do tricolor Levir foi campeão da Primeira Liga, logo em sua chegada nas Laranjeiras e esteve sob os olofotes por dar declarações polêmicas, além do confronto com o atacante Fred, no que ocasionou a saída do jogador, apesar de ambas as partes negarem o ocorrido.