Em ascensão, Oeste busca aproximação do G-4 diante do Náutico

Rubrão tenta aproveitar bom momento para chegar perto do seleto grupo de acesso enquanto Timbu mira sequência positiva para deixar zona de rebaixamento

Em ascensão, Oeste busca aproximação do G-4 diante do Náutico
Foto: Divulgação/Náutico
Oeste
Náutico
Oeste: Rodolfo; Daniel Borges, Joílson, Leandro Amaro e Guilherme Romão; Betinho, Lídio, Danielzinho e Raphael Luz; Mazinho e Gabriel Vasconcelos. Técnico: Roberto Cavalo.
Náutico: Jefferson; Joazi, Aislan, Feliphe Gabriel e Henrique Ávila; Amaral, Diego Miranda e Giovanni; Rafinha, Gilmar (Dico) e William (Vinícius). Técnico: Roberto Fernandes.
ÁRBITRO: Grazianni Maciel Rocha (RJ), auxiliado por João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (RJ)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2017, a ser disputada na Arena Barueri às 16h30 deste sábado (16)

Na medida em que o segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B 2017 tem continuidade, os times começam a definir suas missões para a reta final da competição. Pela 24ª rodada, na Arena Barueri, o Oeste encara o Náutico às 16h30 deste sábado. Em situações distintas, a vitória é o ponto em comum de ambos, que buscam ascensão na tabela de classificação para suas determinadas finalidades.

O Rubrão soma sete dos últimos nove pontos conquistados. Por isso, subiu para a oitava colocação, com 34 pontos e tenta somar mais três pontos diante da equipe pernambucana para se consolidar como um dos clubes que briga pelo acesso inédito e histórico à elite do futebol nacional.

Por outro lado, o Timbu visa a constância. Nas últimas rodadas, ganha em casa e perde fora. Por isso, embora tenha uma reação em relação ao primeiro turno, o time tem apenas 20 pontos conquistados, na penúltima colocação, sete atrás do Luverdense, primeira agremiação fora da zona de rebaixamento.

Seriedade para manter sequência positiva

Encarar uma equipe que está na zona de rebaixamento desde o início do campeonato poderia ser fácil para um clube que soma bons resultados ultimamente. Mas o Oeste não pensa dessa maneira. Apesar da situação crítica do oponente, o Rubrão prega seriedade para conquistar os pontos necessários para mais um triunfo dentro de casa.

Para isso, o técnico Roberto Cavalo deve manter o time principal para o confronto. Com o objetivo de manter a ascensão, a estratégia é a manutenção de titulares no duelo contra os pernambucanos. Em entrevista coletiva, o atacante Mazinho destaca que o grupo deve manter a humildade e o foco para a confiança estar em nível elevado.

“Para aumentar a confiança do elenco, não preciso falar muito. O grupo todo vê que temos chances reais de chegar no G-4. Então, os mais velhos do clube só alertam para não baixar a pegada, que é o nosso forte. Temos que manter a humildade, que é outra característica do grupo. Sabemos que vai ser muito difícil. Eles vêm de bons jogos nesse segundo turno. Temos que manter a pegada e trabalhar firme a semana para sábado poder fazer um bom duelo. O grupo sabe que não vai ser fácil, mas se entrarmos com a pegada que temos, vamos conquistar essa vitória importante”, disse.

Base mantida para continuar reação

A situação do Náutico não continua fácil, mas já foi pior. Para melhorar ainda mais, o clube alvirrubro precisa vencer fora de casa. As duas vitórias conquistadas deram mais fôlego, mas foram conquistadas diante da torcida. Para o sonho de continuar na segunda divisão permanecer em voga, o time traça a meta de somar pontos como visitante.

O técnico Roberto Fernandes não vai conseguir repetir a escalação. Nenhuma revelação, mistério mantido e desconhecimento se os reforços contratados recentemente forem regularizados junto ao Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol (BID/CBF). São desfalques o atacante Iago Silva, suspenso pelo recebimento do terceiro cartão amarelo, e o zagueiro Breno Calixto, lesionado. Na entrevista coletiva, o treinador destacou que o cube tem boas atuações ultimamente, mas citou o respeito ao bom momento do oponente para conseguir um bom resultado longe de seus domínios.

“O time está em um crescente de bons jogos fora de casa. Estamos com uma determinação grande para ir em busca desse resultado positivo como visitante. Se a gente continuar o que estamos fazendo, temos tudo para vencer o Oeste. O Oeste tem 14 pontos a mais que o Náutico. Eles estão fazendo um trabalho correto, têm um conceito de jogo e uma filosofia ajustada. É uma equipe mais entrosada. Vamos enfrentar o oitavo colocado e essa é a maior dificuldade. É importante tentar ganhar entrosamento. A equipe já começa a ter um padrão de jogo e criar um jeito de jogar, independente do adversário ou do local de jogo. Esse é o objetivo de todo o treinador. Mas é necessário equilíbrio e maturidade. Quanto mais uma sequência de uma base, mais próximo estará de repetir a escalação, coisa que ainda não aconteceu na Série B para o Náutico em 23 jogos”, explicou o treinador.