Central atropela Náutico e assume a liderança do Campeonato Pernambucano

Se vencesse, o Timbu assumiria a liderança do Campeonato, mas acabou derrotado pelo Central, por 3 a 0.

Central atropela Náutico e assume a liderança do Campeonato Pernambucano
Clara Castro/VAVEL Brasil
Central
3 0
Náutico
Central: Murilo Lins; Eduardo Gago, Danilo Quipapa e Vitão. Douglas Carioca; Charles Maceió, Graxa e Eduardo Eré. Luizão, Junior Lemos e Leandro Costa. Técnico: Mauro Fernandes.
Náutico: Jefferson; Medina, Rafael Ribeiro e Samuel; Gabriel Araújo, Hygor e Negretti; Junior Timbó (Luiz Henrique, min 54), Wallace Pernambucano, Fernandinho e Daniel Bueno. Técnico: Roberto Fernandes.
Placar: 1-0, min 2, Douglas Carioca. 2-0, min 48, Graxa. 3-0, min 80, Luizão.
ÁRBITRO: Luiz Cláudio Sobral (PE). Auxiliado por Gilberto Freire de Farias (PE) e Charles Rosas Pires.
INCIDENCIAS: Partida realizada no estádio José de Lacerda, em Caruaru, Pernambuco. Pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano 2018.

Neste domingo (21), Náutico foi até Caruaru para enfrentar o Central, em disputa pela liderança acabou sendo derrotado pela equipe da casa, por 3 a 0, com grande superioridade da Patativa. As restrições técnicas e físicas da equipe alvirrubra, ficaram evidentes mais uma vez. Falta de criatividade, frágil defesa e ataque ineficaz. É de se elogiar o partida feita pelo Central, para quem acompanhou o jogo, a equipe alvirrubra ainda saiu no lucro, apesar dos três gols do time alvinegro. Com a conquista da vitória, a equipe caruaruense quem assumiu a liderença do Campeonato Pernambuco. Já o Náutico está na quarta colocação, atrás do próprio Central, Sport (próximo adversário) e América. 

Com uma grande sequência de jogos, o técnico Roberto Fernandes optou por modificações na sua equipe, Junior Timbó foi a novidade entre os titulares, dessa maneira Medina assumiu a lateral na vaga de Thiago Ennes, que foi para o banco. 

Modificações não surtiram o efeito esperado

As modificações e novos planos traçados pelo comandante alvirrubro, não aconteceram da maneira esperada por ele. Nos primeiros minutos da partida, Douglas Carioca abriu o placar para a equipe da casa, após três tentativas, que foram defendidas pelo goleiro Jefferson. O Central jogava nos erros do Náutico, que não eram poucos. O time de Caruaru montou uma parede em sua defesa e transições rápidas, com o Timbu sem poderio no ataque, era o jogo ideal para a Patativa. Sendo assim, Roberto Fernandes modificou o sistema tático da equipe, voltando para o 3-5-2 dos ultimos jogos, colocando Negretti como homem de sobra na defesa. Apesar de reforçar a marcação, o Náutico pecava na transição, com a baixa qualidade técnica para o passe do seu volante. O alvinegro permaneceu na defesa, esperando a equipe alvirrubra, com isso o time da capital chegou a constuir algumas jogadas de ataque. 

Segundo tempo todo do Central

Náutico seguiu repetindo as mesmas falhas do primeiro tempo e a história se repetiu. A equipe da casa iniciou o segundo tempo no ataque e logo marcou o segundo gol. Aproveitando rebote de Jefferson, Graxa ampliou o placar. O Timbu não mostrou reação após tomar mais um gol, capaz do goleiro Murilo ter ido para o vestirário sem sujar o uniforme. Patativa seguia apostando nos contra-ataque, com passes rápidos, aproveitando a exposição deixada pelo Náutico. O terceiro gol veio com facilidade, Leandro Costa passou pelo zagueiro Samuel e cruzou para a área, Luizão bem posicionado teve apenas o trabalho de tocar a bola de cabeça para fechar o placar no estádio Lacerdão. 

A próxima partida do Clube Náutico Capibaribe está marcada para a próxima quarta-feira (24), contra o Sport, às 21h30 (horário local), na Arena de Pernambuco.