Palmeiras e Atlético-PR se enfrentam na primeira rodada do Brasileirão

Verdão vem como um dos clubes favoritos ao título, enquanto Furação inicia a jornada no torneio nacional embalado pela conquista do Campeonato Paranaense

Palmeiras e Atlético-PR se enfrentam na primeira rodada do Brasileirão
Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras / Divulgação
Palmeiras
Atlético-PR
Palmeiras : Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Jean e Matheus Sales; Róger Guedes, Cleiton Xavier e Gabriel Jesus; Lucas Barrios.
Atlético-PR : Weverton; Léo (Eduardo), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson e Vinícius (Pablo); Ewandro, Nikão e Walter.
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 1ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2016, A SER DISPUTADA NO ESTÁDIO ALLIANZ PARQUE, EM SÃO PAULO

A primeira rodada do Campeonato Brasileiro deste ano para Palmeiras e Atlético-PR começa neste sábado (14), às 16h (Brasília) no Allianz Parque. E o clima de rivalidade entre as equipes começou a esquentar antes mesmo da bola rolar.

O comandante do Furacão classificou a declaração de Cuca sobre a competitividade do Palmeiras e as chances da equipe de conquistar o título do Brasileirão como 'presunçosa': “Não dá para cravar que você será campeão de uma competição como o Brasileiro, porque é um torneio muito disputado. Isso cheira a presunção. Achei pretensioso, sim”, declarou Paulo Autuori em entrevista coletiva na sexta-feira (13) no CT (Centro de Treinamento) do São Paulo.

Sobre o assunto, Cuca alegou não ser pretensioso por acreditar que a equipe tem potencial para brigar pelo título e colocar a conquista como uma meta. “Não posso entrar no campeonato dizendo que vou lutar para não cair. Vou lutar para ser campeão. E a gente vai ser campeão, se Deus quiser”, disse.

Verdão vem para brigar pelo título

Mesmo com as eliminações deste ano, a conquista da Copa do Brasil em 2015 e o bom trabalho de preparação que o Palmeiras vem fazendo deixam o time como um dos favoritos ao título deste ano. De acordo com o técnico Cuca, a equipe entra no campeonato para buscar o título, e tem grandes chances de ser campeã. O comandante, inclusive, afirmou que a torcida pode cobrar dele títulos em campeonatos de pontos corridos.

Demonstrando cuidado e respeito, Cuca destacou que o Verdão deverá prestar atenção no adversário, que conquistou o título do Campeonato Paranaense deste ano.

"É bom começar em casa, um jogo que queremos muito a vitória, mas do outro lado temos um adversário motivado, que foi campeão. O Atlético está encaixado na mão do Autuori. É uma equipe que vai fazer um bom campeonato”, declarou.

Visando a reconstrução do elenco, Cuca deu prioridade aos treinos físicos, trabalhou fundamentos e realizou uma semana de retiro com os jogadores em Atibaia, no interior de São Paulo. O treinador também foi líder na busca por reforços, onde avalizou a contratação do lateral direito e zagueiro Fabiano e do lateral esquerdo Fabrício, na troca o Cruzeiro pelo lateral Lucas e pelo meia Robinho. Quem também chegou para somar foi Tchê Tchê, contratado do Grêmio Osasco Audax, enquanto o colombiano Yerry Mina reforçará a equipe em junho.

Na equipe titular, Cuca escalou Tchê Tchê na lateral direita, dando liberdade para Jean atuar como volante. Os dois jogadores possuem autorização do técnico para trocar de posição durante os jogos. O meia Cleiton Xavier e o atacante Lucas Barrios ganharam votos de confiança de Cuca e farão parte da equipe principal na partida de estreia do Brasileirão. O esquema 4-3-3 do time que sofreu a eliminação para o Santos na final do Paulistão foi mantido, mas Cuca deixou no banco o volante Gabriel e o atacante Alecsandro.

Jogadores durante treinamento em Atibaia (Foto:Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
Jogadores durante treinamento em Atibaia (Foto:Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Título e volta de titulares embala Furação

O Atlético Paranaense vem de um bom momento após a conquista do Campeonato Estadual contra o rival Coritiba no Couto Pereira, depois de um período de 10 anos de jejum. Nem o empate nos últimos minutos contra o Dom Bosco, pela Copa do Brasil, diminuem o trabalho que vem sendo feito na equipe.

Sob o comando do técnico Paulo Autuori, a equipe teve um bom desempenho e alterou seu esquema tático, alterando jogadores e se colocando como um importante adversário neste ano.

Além da confiança com o título, a volta de sete titulares da equipe, poupados no jogo contra o Dom Bosco, são as armas que o Furação poderá usar contra o Palmeiras. 

Voltam a equipe os zagueiros Paulo André e Thiago Heleno, o lateral-esquerdo Sidcley, o volante Jadson, o meia-atacante Nikão e os atacantes Pablo e Walter.

comemoração
Jogadores comemoram gol na final do Campeonato Estadual contra o Coritiba (Foto: Reprodução/ Atlético PR)