Cuca destaca jogo seguro e se contém com vantagem sobre Flamengo

Em entrevista coletiva, técnico comemorou mudanças positivas e realçou cuidados nesta reta final

Cuca destaca jogo seguro e se contém com vantagem sobre Flamengo
Técnico optou por escalar Jean no meio campo e a alteração deu resultado: jogador foi o autor dos gols da vitória (Foto: César Greco / Palmeiras)

Após a vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, neste domingo (16), no Orlando Scarpelli, além dos importantes três pontos conquistados, o Palmeiras aumentou sua diferença para o Flamengo, graças ao Internacional, que venceu o rubro-negro, de virada, também por 2 a 1. No entanto, o técnico Cuca não mostrou empolgação em relação à vantagem e pediu cuidado com os próximos duelos.

"É a maior vantagem que a gente tem desde que assumiu a liderança, agora, faltando sete jogos. Mas vamos jogar com Santos na Vila, com o Galo, provavelmente no Horto ou no Mineirão, vamos jogar contra o Vitória. Você acha que contra o Sport jogando a vida vai ser jogo fácil? É jogo duríssimo", disse.

O comandante comentou sobre o aproveitamento do Palmeiras no Campeonato Brasileiro e pediu paciência na criação de jogadas. “Às vezes você não ganha no primeiro tempo, ganha no segundo, como hoje", comentou.

"Lógico que queríamos jogar bonito, mas nem sempre é possível. E hoje esta vitória ela veio, culminou com uma rodada perfeita para nós, coisa que quarta-feira tinha sido o contrário. Temos de ir com calma, já reuni no campo para isto. Faltam sete jogos, temos quatro pontos que pode parecer bastante, mas dentro é tão pouquinho".

Jean no meio-campo e duelo contra o Grêmio

Com o corte de Zé Roberto, Cuca optou por colocar Jean para atuar no meio-campo e promover Fabiano na lateral. A mudança deu efeito e o camisa 17 foi o autor dos dois gols do Palmeiras no jogo.

Ele entrou muito bem, deu certo. Além de fazer os gols, participou do jogo. Eu sempre me cobro muito, acho que pude ajudar. No último jogo não fui bem, as mexidas não surtiram efeito. A gente fica triste. Graças a Deus hoje pudemos ajudar um pouco”, declarou o técnico do Verdão.

Se em Florianópolis as alterações deram certo, na última quinta-feira (13), contra o Cruzeiro, em Araraquara, as escolhas do técnico não surtiram efeito; pelo menos foi o que o próprio Cuca admitiu.

"Na quinta foi mal, pensei uma coisa quando tirei o Dudu e o Guedes e coloquei o Rafael e o Alecsandro, acho. Perdi a velocidade, tentei ganhar em um jogo de força, que também não encaixou e eu também fui mal. Pronto, acabou. Hoje, acho que a gente foi um pouco melhor na escolha inicial do time, pudemos fazer um grande jogo, ganhamos mostrando um bom futebol", declarou.

Ainda sobre mudanças, Cuca não descartou escalar um time reserva diante do Grêmio, na quarta-feira (19), pela Copa do Brasil. O comandante alviverde se mostrou preocupado com o físico dos atletas.

"Vou pensar, vou pensar bem o que a gente tem com a fisiologia, com a preparação física. Se eu coloco o time titular quarta eu vou ter eles inteiros para domingo? Eu não consigo te responder agora. Mas se eu puser o time que não vem jogando, ou parte deles, tenho confiança de passar adiante, mesmo sabendo que o Grêmio é uma grande equipe", disse.

Com a vitória, o Palmeiras chega aos 64 pontos; quatro a frente do Flamengo, que tem 60. A diferença para o Atlético-MG, terceiro colocado, também aumentou: oito pontos separa o Galo do Verdão.

Agora, o time do técnico Cuca volta suas atenções para a Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira (19), a equipe recebe o Grêmio, às 21h45 (de Brasília) no Allianz Parque, pelo jogo de volta das quartas de final. Na ida, em Porto Alegre, o tricolor gaúcho levou a melhor e venceu por 2 a 1. Pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras entra em campo no domingo (23), mais uma vez em casa, contra o Sport, às 17h.