Santos empata herocaimente com The Strongest e vai às oitavas da Libertadores

Com um a menos, Peixe sai atrás no placas, mas consegue empate heroico no segundo tempo

Santos empata herocaimente com The Strongest e vai às oitavas da Libertadores
Foto: Getty Images
The Strongest
1 1
Santos
The Strongest: VACA; MARTELI; MALDONADO; BEJARANO; CESAR PEREZ; WAYAR; RAUL; VEIZAGA (Fabricio Pedrozo); ESCOBAR; MATIAS ALONSO (Rodrigo Vargas) E CHUMACERO (Rodrigo Ramallo).
Santos: VANDERLEI, V. FERRAZ, CLEBER, L. VERÍSSIMO, COPETE, RENATO, L. DONIZETE, LUCAS LIMA (jean mota), VITOR BUENO (léo cittadini), HERNÁNDEZ (kayke) E BRUNO HENRIQUE.
Placar: 1-0, MIN. 39, CHUMACERO. 1-1, MIN.68, VITOR BUENO.
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA QUINTA RODADA DO GRUPO 2 DA COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA, NO ESTÁDIO HERNANDO SILES, EM LA PAZ

The Strongest e Santos se enfrentaram na noite dessa quarta-feira (17), em La Paz, na Bolívia, pela última rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores da América. As equipes empataram por 1 a 1. Chumacero abriu o placar aos 39 minutos do primeiro tempo para o The Strongest, e Vitor Bueno empatou para o Peixe 23 minutos da etapa final. Pablo Escobar ainda perdeu um pênalti para a equipe boliviana. O Alvinegro jogou quase todo jogo com um a menos, visto que Bruno Henrique foi expulso aos 22 minutos do primeiro tempo.

O The Strongest continua na vice-liderança com esse empate, com oito pontos em cinco jogos. A equipe boliviana enfrentar o Santa Fe na Colômbia, na última rodada da fase de grupos da Libertadores. O The Strongest pode se classificar para as oitavas de final até com um empate.

Com o empate, o Santos está classificado para as oitavas de final da Libertadores, o Alvinegro segue sendo o único brasileiro invicto na competição continental e também segue líder do grupo 2, a equipe brasileira fará seu último jogo da fase de grupos na Vila Belmiro, contra o Sporting Cristal, dia 23 de maio.

The Strongest pressiona até sair o primeiro gol

Antes de começar o jogo, o técnico Dorival Júnior surpreendeu e escalou o Vladimir Hernández no lugar do atacante Ricardo Oliveira. O Peixe sabia que o time adversário ia pressionar e esperava aproveitar os contra-ataques.

O The Strongest começou a pressionar cedo, aos cinco minutos Chumacero driblou Leandro Donizete e bateu forte no gol, Vanderlei fez uma boa defesa e jogou a bola para o escanteio. Na cobrança de escanteio, Marteli empurrou a bola para o fundo das redes, mas o bandeirinha marcou impedimento corretamente.

Aos sete minutos, o Santos começou a usar sua estratégia de contra-ataque. Lucas Lima lançou Bruno Henrique na esquerda e o atacante limpou o defensor adversário, e tocou para Vladimir Hernández, que foi derrubado na área, pênalti não marcado para o Santos. O atacante Bruno Henrique ainda levou cartão amarelo por reclamação no lance. O The Strongest voltou a pressionar aos oito minutos em um escanteio que levou perigo a zaga santista, mas Vanderlei salvou. Aos 11 minutos, Chumacero roubou a bola de Copete na lateral, entrou na área e tocou para Alonso, que não conseguiu concluir para o gol.

Aos 18 minutos, a equipe da casa foi com tudo para cima. Primeiro com Escobar que recebeu cara a cara com o Vanderlei, que bloqueou o chute e a bola foi para escanteio. Os bolivianos cobraram o escanteio rápido, a bola ficou com Chumacero que finalizou, a bola desviou na zaga santista e The Strongest ganhou novamente outro escanteio. Na outra cobrança, Chumacero cabeçou e Vanderlei fez bela defesa.

Quando o Santos se livrava da pressão do time da casa, Bruno Henrique entrou forte de sola no jogador Chumacero, e o atacante brasileiro foi expulso, aos 22 minutos. Já tava difícil pro Santos no 11 contra 11, com um a menos ficou pior ainda. Pérez cruzou da esquerda, Alonso chutou mascado e bola sobrou para o artilheiro Chumacero, que com toda tranquilidade, se livrou de Cleber e Vanderlei, e finalizou para o fundo das redes, abrindo o placar aos 39 minutos do primeiro tempo.

O Santos até tentou empatar no final do primeiro tempo, quando em cobrança de escanteio, a bola sobra pra Lucas Veríssimo, o zagueiro fez uma embaixada e emendou uma bicicleta, a bola foi por cima do gol adversário.

Santos segura pressão, e consegue empate heroico

Aos onze minutos, após passe errado do volante Renato, Alonso recebeu cara a cara com o goleiro Vanderlei, que fez uma grande defesa e impediu o Strongest de ampliar o placar. O time da casa continuou pressionando, aproveitando que estava com um a mais. Chumacero cruzou para Bejarano, que finalizou pelo alto, aos doze minutos. Leandro Donizete tentou responder pelo Santos, aos 14, o volante arriscou de longe, mas a bola vai fraca e pela longe do gol, sem susto para o goleiro adversário.

Aos 23 minutos, quando o The Strongest pressionava, o Santos defendia com os 10 atrás do meio de campo, Lucas Lima recebeu livre na direita, fez uma grande jogada, driblou Pérez e cruzou para Vitor Bueno, que completou para o fundo da rede, empatando a partida.

Aos 33, Bejarano recebeu de Pablo Escobar mas errou a finalização mais uma vez. Aos 37 minutos do segundo tempo, Pedrozo recebeu na esquerda, driblou Vanderlei, que cometeu a falta dentro da área. Na cobrança, Escobar perdeu. O camisa 10 tentou dar cavadinha e mandou por cima do gol, a chance de vitória da equipe boliviana.

Depois do lance, o time boliviano já não tinha mais pernas para ir atrás do resultado, tentava mas errava muito, a equipe brasileira só administrou o empate. E aos 50 minutos, o juiz apitou e encerrou a partida. Com um a menos, o Santos garante a vaga nas oitavas de final da Libertadores!

Recarregando o fôlego pra próxima fase (Foto: Divulgação/Santos FC)

Share on Facebook