Vanderlei brilha, Kayke decide e Santos derrota o Palmeiras

Na estreia de Levir Culpi no comando santista; Goleiro Alvinegro tem grande atuação, e salva o Santos de levar o empate do Palmeiras

Vanderlei brilha, Kayke decide e Santos derrota o Palmeiras
Foto: Divulgação/Santos FC
Santos
1 0
Palmeiras
Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima (Vladimir Hernández, min. 94); Bruno Henrique, Copete (Fabián Noguera, min. 94) e Kayke (Leandro Donizete, min. 77). Técnico: Levir Culpi.
Palmeiras: Fernando Pras; Mayke, Edu Dracena, Antônio Carlos e Juninho; Thiago Santos (Raphael Veiga, min. 83), Zé Roberto (Keno, min. 56), Tchê Tchê (Jean, min. 70) e Guerra; Willian e Rogér Guedes. Técnico: Cuca.
Placar: 1-0, Kayke, min. 50
ÁRBITRO: Wilton Pereira Sampaio (FIFA/GO), auxiliado por Bruno Raphael Pires (FIFA/GO) e Leone Carvalho Rocha (GO) | Cartões amarelos: Juninho (SEP, min. 35), Tchê Tchê (SEP, min. 39) e Lucas Lima (SAN, min. 40).
INCIDENCIAS: Partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, disputada na Vila Belmiro

Santos venceu o Palmeiras por 1 a 0, na noite dessa quarta-feira (14), em Santos, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe entrou desfalcado de Ricardo Oliveira, mas contou com a volta de Lucas Lima e Bruno Henrique. Kayke abriu o placar na primeira etapa. O Palmeiras pressionou pelo empate, mas Vanderlei, em um grande noite, garantiu primeira vitória do Santos, em clássico, em 2017.

Com a vitória no clássico, o Santos subiu cinco posições, e entrou no G-6 para a Libertadores, o Peixe vai ficando na quinta colocação. O Alvinegro volta a entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (17), contra a Ponte Preta, na Vila Belmiro.

O Palmeiras, com a derrota no clássico, perde duas posições na tabela, e vai ficando na décima quinta colocação, perto da zona do rebaixamento. O Verdão teve um mau começo no Brasileiro, nos últimos cinco jogos, venceu apenas um. O Palmeiras viaja até Salvador, para enfrentar o Bahia, no próximo domingo (18), na Arena Fonte Nova.

Foto: Divulgação/Santos FC
Foto: Divulgação/Santos FC

Primeiro tempo muito faltoso e sem muitas chances de gol

O Santos começou pressionando, tentando abrir o placar logo no inicio da partida. Aos três minutos, Copete lançou Bruno Henrique, que livre na área, bateu no gol, mas Prass fez uma bela defesa evitando o gol do Peixe. O Palmeiras tentou responder com Tchê Tchê, aos sete minutos. O meia arriscou de fora da área, e a bola passou perto do gol de Vanderlei.

O jogo começou a ficar morno, sem muitas finalizações. Aos 23, o Palmeiras quase abriu o placar, Róger Guedes arriscou de muito longe e a bola carimbou o travessão de Vanderlei. O Palmeiras melhorou na partida, aos 27, Thiago Santos arriscou de longe, a bola desviou e foi para escanteio.

Foto: César Greco|Agência Palmeiras|Divulgação
Foto: César Greco|Agência Palmeiras|Divulgação

A bola ficou muito no meio de campo, na primeira etapa. O Santos tentava cruzar na área, mas a zaga palmeirense afastava todas. Aos 46, Vanderlei faz uma grande defesa. Guerra cruzou e Willian cabeceou forte, para a defesa incrível do goleiro santista.

Em noite inspirada de Vanderlei, goleiro salva o Santos de levar o empate

No segundo tempo, foi o Palmeiras que começou atacando. Guerra finalizou de fora da área, e Vanderlei faz mais uma linda defesa para impedir o Palmeiras de abrir o placar. E aos cinco minutos, o Santos abre o placar. Jean Mota recebeu a bola, avançou, e cruzou na área, achando Kayke, livre, que só mandou para o fundo das redes. Jogadores do Palmeiras reclamaram muito de falta em Edu Dracena no lance do gol.

O Santos tentava pressionar para definir a partida. Aos nove minutos, Lucas Lima cobrou escanteio e Lucas Veríssimo cabeceou forte. Fernando Prass faz uma grande defesa, impedindo o Santos de ampliar o placar. Aos 12 minutos, o goleiro do Palmeiras outra grande defesa. Após cobrança de escanteio, David Braz cabeceou firme e Prass salva o Palmeiras, mais uma vez.

Foto: Divulgação|Santos FC
Foto: Divulgação|Santos FC

Aos 14, Guerra driblou Thiago Maia e finalizou. Vanderlei se esticou todo e faz mais uma grande defesa. Aos 20 minutos, Róger Guedes finalizou, e Vanderlei fez mais uma bela defesa, salvando o empate do Porco. Aos 26, o Santos ampliou o placar, só que não valeu. Kayke recebeu de Bruno Henrique, e mandou para o fundo das redes, mas o juiz já havia marcado uma falta antes do lance.

Aos 31, Vanderlei virava o nome do jogo. A bola sobrou na pequena área para Willian, que chutou. O goleiro santista se esticou todo e fez mais um milagre. O Palmeiras tentava pressionar para empatar a partida, mas a defesa santista se fechou bem. Aos 45, Raphael Veiga mandou uma bomba de fora da área e Vanderlei faz mais uma defesa espetacular. Aos 49, no último lance do jogo, Raphael Veiga lançou na área, e a bola foi direto no gol, mas Vanderlei faz mais uma bela defesa.