Brasil vence Chile pelo Parapan de Jovens e avança no Futebol de 7
(Foto: Gabriella Brizotti/VAVEL Brasil)

Na segunda partida da Seleção Brasileira no Futebol de 7 dos jogos Parapan-Americanos de Jovens, a amarelinha venceu o Chile na manhã desta terça-feira (21), pelo placar de 2 a 0, gols de Gustavo e do defensor Paulo da Silva.

A Seleção Chilena realizava sua estreia nos jogos, já o Brasil vinha de uma vitória diante Colômbia, pelo placar de 2 a 1. Tanto a torcida chilena quanto a brasileira faziam a festa nas arquibancadas para tentar embalar as respectivas equipes.

O próximo jogo da seleção canarinho ainda não está definido, tendo em vista que precisa esperar o classificado da outra chave. Já da La Roja será contra a Colômbia amanhã (22).

Mais eficiente, o Brasil balançou cedo as redes

Sentindo dificuldades desde o início do jogo, ambas as equipes tiveram boas oportunidades no começo da partida. Diferente da estreia, o Brasil não precisou de muitas finalizações pra chegar ao primeiro gol. O capitão João Vitor fez grande jogada no meio-de-campo se livrando de três marcadores, levou na direita e rolou para Gustavo bater bonito tirando do goleiro chileno. O jogador já havia se destacado na estreia, ao lado de Lucas.

Bem equilibrada em ambos os setores da equipe, a Seleção Chilena “acusou o golpe” ao sair atrás no placar, e obteve dificuldades para seguir no ataque. Em cobrança de falta, Díaz por pouco não empatou, mas a bola passou por cima da trave.

Após falta forte no canto esquerdo do ataque brasileiro, a partida ficou parada durante um período de cinco minutos. Na volta, Paulo da Silva ampliou para a canarinho, no último lance da etapa inicial.

Controle de jogo e coordenação defensiva 

Demonstrando plena consciência tática, administrando bem a partida, a Seleção Brasileira voltou ainda mais determinada para o segundo tempo. Entretanto, os chilenos também voltaram bem. De cabeça, o capitão Gutiérrez quase descontou após cobrança de escanteio.

Mesmo superior, o Brasil não criou maiores oportunidades de chegar ao terceiro tento. Em contrapartida, o Chile demonstrava uma intensa gana de buscar o resultado, mas pecava nas jogadas próximas à área. A partir disto, iniciaram os chutes à longa distância. Morales bateu forte, mas no centro do gol, facilitando a defesa do goleiro brasileiro.

Chegando bem pelo alto como os chilenos, o Brasil teve a chance do terceiro com João Vitor, mas a cabeçada do camisa 10 passou rente a trave esquerda. Como última oportunidade, novamente com João, o Brasil carimbou o travessão chileno. Mas o placar se manteve em 2 a 0, carimbando a vaga na próxima fase da competição.

VAVEL Logo