Michael Phelps critica aval para russa pega no doping competir nos Jogos Olímpicos

Lenda da natação acredita que Yulia Efimova não deveria poder participar da competição

Michael Phelps critica aval para russa pega no doping competir nos Jogos Olímpicos
Phelps nada para a prova dos 200m borboleta (Foto: Clive Rose/Getty Images)

Um assunto recorrente no mundo dos esportes olímpicos tem sido o doping sistemático envolvendo diversas federações esportivas da Rússia, envolvendo uma imensa quantidade de atletas do país. A revelação feita recentemente ocasionou o banimento da delegação russa, por completo, dos Jogos Paralímpicos Rio 2016.

No caso dos Jogos Olímpicos, muitos atletas também foram afetados, mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) repassou a decisão de excluir ou não os atletas às federações de cada esporte. A russa Yulia Efimova havia sido impedida de vir ao Rio para os Jogos Olímpicos, mas uma decisão do Tribunal Arbitral do Esporte permitiu que a nadadora competisse.

Efimova vem sofrendo com as consequências dessa decisão, sendo vaiada a cada vez que é anunciada no Estádio Aquático Olímpico para disputar alguma prova, mostrando que o público não apoia esse tipo de atitude. Além disso, os próprios atletas têm falado a respeito do caso, mostrando preocupação com o que isso significa para o esporte.

O estadunidense Michael Phelps, certamente o maior nome da natação na atualidade, deu sua opinião a respeito: "Gostaria que alguém fizesse algo a respeito. Acho que vai contra o que o esporte deve ser e é isso que me irrita", declarou o nadador.

Phelps criticou diretamente a nadadora russa, mesmo sem citá-la: "Acho que o esporte tem que ser limpo e tem que ser disputado somente dentro das arenas. Corta o meu coração ter alguém que testou positivo não somente uma, mas duas vezes no doping e ainda assim tem a oportunidade competir nos Jogos Olímpicos", disparou a lenda.

Yulia Efimova não só competiu na Rio 2016, como também levou uma medalha para casa. A russa disputou os 100m peito e voltará para casa com a medalha de prata da prova, vencida pela americana Kathleen Baker, que também fez comentário sobre o acontecido. "É minha primeira Olímpiada representado os Estados Unidos. Foi incrível estar competindo, ganhar a medalha de ouro e saber que venci limpa", declarou em coletiva de imprensa.