Jogando em alto nível, Kyrgios elimina Djokovic no México
Kyrgios voltou a vencer um top-10 em Acapulco.(Foto: Divulgação/Twitter oficial ATP)

Novak Djokovic e Nick Kyrgios fizeram valer a madrugada de quem assistiu ao grande jogo de tênis que proporcionaram na quadra central do ATP 500 de Acapulco. Sem apresentar as costumeiras oscilações, o australiano não deu brechas e venceu o atual vice-líder do ranking da ATP por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (9) e 7/5.

Não que o sérvio tenha feito uma partida ruim, muito pelo contrário. Kyrgios fez talvez seu melhor jogo da temporada - certamente um dos melhores da carreira - e pouco permitiu para que Nole se recuperasse na partida que durou quase duas horas. 

Equilíbrio marca o primeiro set

O bom saque e golpes firmes marcaram os bonitos e disputados pontos do primeiro set, vencido em um tie-break dramático pelo australiano que foi agressivo desde o começo do jogo, mas sem aparentar ansiedade alguma em finalizar os pontos.

Mesmo colocando muita potência em seus golpes, ele cometeu apenas 14 erros não forçados em toda partida. Números que reforçam o quão brilhante foi o australiano nesta noite e quanto o jogo valeu o ingresso: os pontos foram conquistados e com poucos erros – Djokovic também errou pouco, especialmente no primeiro set.

Kyrgios tentou de tudo um pouco e mostrou boa variação. Foi assim que tentou pressionar o saque do sérvio com devoluções firmes e até insistiu em uma curtinha pouco efetiva: Novak chegou voando e matou as três deixadas com winners de esquerda.

O australiano até fez das suas graças como de costume, porém sem perder o foco e a concentração. Ele, inclusive, foi à loucura quando o juiz de linha errou na marcação de uma bola e fez voltar um ponto que parecia encaminhado para ele.

Nick e Nole não bobearam e tiveram um alto aproveitamento de primeiro serviço, especialmente Kyrgios que terminaria o jogo com 25 aces. Nas poucas vezes em que se complicou no set, como no sexto game, foi o saque que salvou o australiano. 

Tie-break dramático coloca australiano em vantagem

A partida seguiu em alto nível e com ótimos saques no tie-break. Nos primeiros oito pontos, nenhum mini-break, ainda que Kyrgios tenha perdido uma ótima chance no quinto ponto, quando preparou uma bela passada de esquerda que ficou na rede por detalhe.

Ele se recuperou bem no nono game, pressionando o saque do sérvio e conquistando o mini-break. Com mais um ótimo saque, o australiano chegou ao duplo set point com serviço a seu favor. Inacreditavelmente, ele desperdiçou a chance de fechar o set com uma dupla falta – sua única em toda partida.

O histórico psicológico altamente desfavorável para Nick colocou todos em dúvida sobre seu comportamento ao desperdiçar um ponto tão importante contra o #2 do mundo.

Muito focado, ele não se deixou abalar e trocou aces e winners com Djokovic até o vigésimo ponto do tie-break, quando jogou firme e forçou o erro do sérvio para fechar em 11/9.

Inabalável, Kyrgios fecha o jogo no segundo set

Se Kyrgios costuma ser uma caixinha de surpresas, nesta noite foi absolutamente consistente. Podia-se imaginar uma perda no foco após vencer um set tão duro como ele já fez em outras oportunidades, mas não foi o que aconteceu.

O australiano voltou ainda mais confiante para o set decisivo e batendo todas as bolas possíveis. Mantendo o saque com facilidade, ele logo pressionou Djokovic, obrigando-o a sacar em um 0-30 e forçando Nole a jogar em altíssimo nível para não ser quebrado logo no segundo game do set.

Os dois seguiram trocando ótimos pontos e mantendo os saques com firmeza. Sem break points até o 5/5, Kyrgios manteve seu ritmo de aces, sequer perdeu ponto em seu serviço e jogou a pressão para Djokovic.

Nole sacou muito mal e cometeu os erros mais bobos da partida no game decisivo. Errando uma direita relativamente fácil, ele se complicou e sacou em 0-40. Inabalável e quase perfeito na partida, Kyrgios fechou o jogo com um grande winner de direita e garantiu-se contra Querrey na semifinal.

VAVEL Logo