Bellucci desperdiça chances, leva virada de Fognini e está eliminado do Rio Open

Brasileiro se recupera no primeiro set, vence no tie-break, chega a abrir 4/1 no segundo, mas leva a virada e está eliminado do Rio Open

Bellucci desperdiça chances, leva virada de Fognini e está eliminado do Rio Open
Bellucci enfrentou um cabeça de chave no Rio Open (Foto: Divulgação/Fotojump)
Thomaz Bellucci
1 2
Fabio Fognini

O sorteio do Rio Open 2018 colocou Thomaz Bellucci (#137) diante de uma pedreira. Logo na primeira rodada, teria pela frente o italiano Fabio Fognini (#22), cabeça de chave número cinco do torneio. Apesar do favoritismo estar do outro lado da quadra, o brasileiro chegou a ter o jogo na mão, mas não conseguiu a classificação para a segunda rodada. Em 2h50 de partida, foi derrotado por 2 sets a 1 (6/7, 7/5 e 6/2) e deu adeus à competição.

Bellucci tinha o jogo na mão até a metade do segundo set. No placar, o brasileiro tinha duas quebras acima e vencia por 4/1, mas viu Fognini reagir e vencer por 7/5. No terceiro, um passeio do italiano que teve poucas dificuldades para quebrar o saque do brasileiro. Desde então, foram 11 games vencidos por Fognini e apenas três para Bellucci.

"É difícil estar perto da vitória e deixar escapar, mas Fognini é Top-25 do mundo. Estou no caminho certo. Ele subiu de nível no segundo set. Ele estava errando pouco, estava com intensidade maior que a minha no terceiro set", declarou.

A situação não era atípica para Bellucci. Na edição 2015 do Rio Open, também enfrentou um cabeça de chave logo na primeira rodada: foi eliminado pelo espanhol Rafael Nadal, na época número 1 do mundo. Em 2017, outra ocasião parecida, mas com final feliz: venceu o japonês Kei Nishikori, principal nome daquela edição do torneio.

Esta foi apenas a terceira competição de Thomaz após sua suspensão por doping. O tenista ficou cinco meses cumprindo pena após ser flagrado o uso de hidroclorotiazide, uma substância que mascara a utilização de outras substâncias. Foi eliminado na primeira rodada do ATP de Quito e no qualy de Buenos Aires antes de chegar ao Rio.

O confronto também serviu para Fognini manter sua invencibilidade contra o brasileiro. Até então, eram quatro partidas disputadas e quatro vitórias para o italiano. A última aconteceu no ano passado, no ATP da Áustria, onde venceu por 2 sets a 0 (6/3, 6/1). A única vez que Bellucci conseguiu vencer sets foi em 2011, no ATP de Santiago, onde terminou derrotado por 2 sets a 1 (1/6, 6/2, 7/6).

Com a vitória, o italiano terá pela frente Tennys Sandgreen, que foi quadrifinalista na última edição do Australian Open. O americano venceu o espanhol Roberto Carballes Baena, que deixou o confronto no terceiro set por lesão. Fognini foi finalista do Rio Open em 2015, quando perdeu a decisão para o também espanhol David Ferrer.

(Foto: Divulgação/Fotojump)
Bellucci contou com apoio da torcida na quadra Guga Kuerten (Foto: Divulgação/Fotojump)