Ao lado de Bellucci, Sá vence partida de estreia no Brasil Open e adia aposentadoria
Brasileiros durante partida (Foto: Marcello Zambrana/DGW Comunicação)

Ao lado de Bellucci, Sá vence partida de estreia no Brasil Open e adia aposentadoria

Mineiro de 40 anos disputa último torneio da carreira em São Paulo

reokami
Renato Okabayashi Miyaji

Nesta segunda-feira (26), teve início a 18ª edição do Brasil Open, o ATP 250 de São Paulo. Jogando nas quadras do Ginásio do Ibirapuera, no centro da capital paulista, o tenista brasileiro André Sá estreou na competição, jogando ao lado do paulista Thomaz Bellucci.

Contra a dupla composta por Romain Arneodo de Mônaco e Antonio Sancic da Croácia, os brasileiros conquistaram a vitória pelo placar de dois sets a zero, com parciais de 7/6 e 6/3, em uma hora e 16 minutos em quadra.

+ Guia VAVEL do Brasil Open 2018

Na segunda rodada, a dupla do Brasil espera os vencedores do confronto entre os cabeças de chave número dois - Hans Podlipnik Castillo do Chile e Andrei Vasilevski da Bielorrússia - e os argentinos Maximo Gonzalez e Federico Delbonis.

“Nunca tinha entrado em um jogo podendo ser o último da minha carreira. Então até uns 30 segundos antes, eu estava meio ‘Será que esse pode ser o último?’ Fica tudo embaralhado e tudo mais confuso. Mas consegui me divertir e a gente começou bem, o que foi importante para acalmar os ânimos um pouco” disse Sá, depois da vitória.

Um dos principais nomes do tênis brasileiro nas últimas décadas, o mineiro André Sá, anunciou que se aposentará depois da gira sul-americana. Assim, ainda joga o Brasil Open. Aos 40 anos, André acumulou grandes resultados ao longo dos anos: foi semifinalista de Wimbledon com Marcelo Melo e número 17 do mundo. Nas simples, fez a melhor campanha de um brasileiro em anos na grama do The All England Tennis Club, ao chegar às quartas de final em 2002.

O brasileiro defende os 250 pontos do título do ano passado, quando, ao lado do paulista Rogério Dutra Silva, derrotou na final a dupla cabeça de chave número quatro do torneio - Marcelo Demoliner do Brasil e Marcus Daniell da Nova Zelândia - por dois sets a um,  com parciais de 7/6 5/7 e 10/7, em duas horas dois minutos de partida.

+ Atual campeão, Rogerinho vence dupla de Ramos-Vinolas na estreia do Brasil Open

O melhor do tênis mundial, você acompanha na VAVEL Brasil.

VAVEL Logo