Cecchinato continua surpreendendo e elimina Djokovic nas quartas de Roland Garros

Sérvio acabou perdendo para italiano n° 72 do mundo por  três sets a um com parciais de 6/3, 7/6, 1/6 e 7/6 e está eliminado do Aberto da França

Cecchinato continua surpreendendo e elimina Djokovic nas quartas de Roland Garros
Italiano chorou após mais uma grande vitória em Paris e inédita semifinal de major (Foto: XIN LI/Getty Images)
#22 Novak Djokovic
1 3
#72 Marco Cecchinato

O sonho de conquistar o bicampeonato do Aberto da França em 2018 acabou para Novak Djokovic. Nesta terça-feira (5), o sérvio acabou eliminado de Roland Garros após perder para o italiano Marco Cecchinato, 72° do mundo, por 3 sets a 1 com parciais de 6/3, 7/6(4), 1/6 e 7/6(11), em 3h26 de jogo.

Com a vitória, o italiano de 25 anos quebrou um tabu que durava décadas: desde Corrado Barazzutti, em 1978, um tenista do país não chegada até às semifinais do Aberto da França.

Após a vitória, Cecchinato chorou em quadra e se mostrou muito surpreso com a vitória, não acreditando ter eliminado o sérvio em solo francês. ''Tens a certeza de que não estou a sonhar? Talvez esteja dormindo. É incrível. Inacreditável para mim, estou muito contente. Vencer o Novak Djokovic nas quartas de Roland Garros, para mim, é inacreditável”, disse o novo semifinalista do torneio.

Cecchinato foi parabenizado por Djokovic após a partida (Foto: Jean Catuffe/Getty Images)
Cecchinato foi parabenizado por Djokovic após a partida (Foto: Jean Catuffe/Getty Images)

O italiano ainda vibrou pela partida feita, a qual considerou agressiva, corajosa e perfeita. "Meu coração batia muito forte, e no fim eu jogava melhor e acreditava menos, mas agora estou na semi. Não pensava em fazer uma partida assim, agressiva, corajosa, perfeita", vibrou o 72° do ranking da ATP.

Agora na semifinal do torneio, Marco Cecchinato irá enfrentar austríaco Dominic Thiem, oitavo do mundo, que bateu nas quartas o alemão Alexander Zverev, terceiro do ranking da ATP, em sets diretos com parciais de 6/4, 6/2 e 6/1.

O jogo

O sérvio teve dois inimigos em quadra hoje. Um era um tenista num dia sensacional, e outro o ombro direito. Logo no começo da partida o, Djokovic já se mostrava bastante incomodado com as dores no local. O italiano que não tinha nada com isso, acabou conseguindo duas quebras de saque e assim encerrou o set em 6/3.

Na segunda parcial, Cecchinato começou bem de novo e dessa vez quebrou o sérvio logo de cara e abriu 2/0 no set. Novak Djokovic ainda  conseguiu devolver a quebra e igualar tudo novamente levando a decisão para o tie break, após perder três set points. O italiano conseguiu se impor e venceu o tie break por 7-4, abrindo 2 a 0 no jogo. 

No terceiro set um novo Djokovic apareceu em quadra. Superando as dores, o ex-número um do mundo aproveitou a oscilação do rival na partida que só confirmou um saque, e venceu a parcial com autoridade por 6/1.

O enredo da terceira parcial se parecia muito com a terceira. O sérvio voltou muito bem para o jogo, já o italiano seguia em oscilando e chegou até a tomar duas advertências. O 22° do mundo conseguiu abrir 4/1, o que tudo indicava que empataria o jogo.

Mas Cecchinato ressurgiu na partida salvando break point e devolvendo a quebra, assim levando a decisão do set para o tie-break. Numa disputa muito acirrada, com Djokovic salvando três match points, o tie break se estendeu.

Numa jogada na rede, o sérvio chegou a isolar a bola, e com isso ficou incrédulo em quadra com a chance perdida. O italiano aproveitou a chance e fechou em 13 a 11, confirmando a vitória por três sets a um.