Goerges supera maratona contra Bouchard e segue na defesa do título em Auckland
Foto: Divulgação/ASB Classic

Pelas quartas de final do ASB Classic, em Auckland, na Nova Zelândia, a atual campeã #14 Julia Goerges e a canadense #87 Genie Bouchard protagonizaram um jogaço. A alemã conseguiu converter suas chances, virou o jogo e saiu com a vitória por 2 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/3 e 7/6(6), em 2h30 de jogo. Bouchard chegou a ter um match point salvo pela alemã.

Esse foi o terceiro confronto entre as tenistas, e a segunda vitória da Goerges. No último torneio do circuito regular de 2018, a número 14 do mundo havia vencido Bouchard, também de virada, nas semifinais do WTA de Luxemburgo, parciais de 6/7, 7/5 e 6/1. Nos últimos 10 jogos disputados por Genie, foram oito vitórias e duas derrotas, ambas para a alemã.

No primeiro set, Julia Goerges pareceu perdida em quadra, errando muito e sendo dominada por Bouchard. Com um bom saque e explorando os erros da adversária, principalmente, no fundo de quadra, a canadense conseguiu quebrar o serviço de Goerges no quarto game e rumou à vitória no set por 6/3, com destaque ao ótimo percentual de aproveitamento de pontos no primeiro serviço, onde conquistou 73% dos que foram tentados.

No segundo set, reação de Julia Goerges. Com um ótimo saque, onde obteve cinco aces, a alemã conquistou 80% dos pontos disputados tanto no seu primeiro, quanto no segundo serviço. Quebrando o saque de Bouchard no sexto game do set, Goerges conseguiu fechar em 6/3, devolvendo a mesma parcial do set inicial.

No último e derradeiro set, uma verdadeira batalha entre as duas jogadoras. Com apenas duas quebras de serviço no set, uma para cada lado, e percentuais de ganhos de pontos no primeiro serviço quase idênticos. Bouchard chegou a ter um match point salvo no 12º game, mas a alemã forçou o tie break. Aí, foi a vez da canadense salvar dois match points, mas não conseguiu no terceiro. Goerges levou a melhor e venceu por 7/6(6), em 1h11.

Após perder esta partida de simples, Bouchard entrou em quadra uma hora depois ao lado da estadunidense Sofia Kenin nas semifinais de duplas. A dupla da América do Norte conseguiu uma grande virada, derrubando Xinyun Han e Darija Jurak, cabeças de chave número quatro, com parciais de 6(5), 6/4 e 10-8. As adversárias da decisão ainda serão definidas no confronto entre Hourigan/Townsend e Flipkens/Larsson.

Com a vitória, Julia Goerges alcança a semifinal do WTA de Auckland e enfrenta a jovem eslovaca #50 Viktoria Kuzmova, que bateu a americana #96 Amanda Anisimova por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/4. O confronto acontece neste sábado às 2h, horário de Brasília.

VAVEL Logo