Bublik dá trabalho, mas Thiem vence e segue vivo na briga pelo título em Roland Garros
Foto: Divulgação / ATP

Bublik dá trabalho, mas Thiem vence e segue vivo na briga pelo título em Roland Garros

Após começar bem o jogo, austríaco vê cazaque dificultar sua vida, mas se recupera e triunfa por 3 sets a 1

caiocarvalho97
Caio Carvalho

Assim como em sua estreia, o #4 Dominic Thiem não teve vida fácil na segunda rodada em Roland Garros. Enfrentando o cazaque #91 Alexander Bublik, o austríaco se complicou e precisou reagir no último set para sacramentar a vitória por 3 sets a 1, parciais de 6/3, 6/7 (6), 6/3 e 7/5, em 2h30 de partida, e avançar no Grand Slam parisiense.

Vice-campeão do torneio no ano passado, o tenista número quatro do mundo foi melhor no primeiro set. Com os jogadores atuando muito bem com seus saques - ambos ganharam 90% dos pontos com o 1º serviço -, poucas foram as chances que apareceram. No final, Thiem aproveitou o único break point da parcial e, cometendo apenas um erro não forçado, fechou em 6/3.

Na segunda parcial, Bublik voltou bastante agressivo e começou a se impor diante do austríaco. O cazaque abriu 4/1 e chegou a sacar para o set, mas viu Thiem reagir e deixar tudo igual. A decisão foi para o tie-break, onde Bublik voltou a ter larga vantagem, porém permitiu que o cabeça de chave número quatro encostasse novamente. 

Dessa vez, o cazaque não perdeu a concentração e, depois de salvar um set point, conquistou uma mini quebra e decretou a vitória por 7/6 (8-6), empatando a partida. 

A terceira parcial foi bastante parelha, com os tenistas trocando muitas bolas e mantendo o duelo equilibrado até o 3/3, quando Thiem aproveitou-se dos inúmeros erros não forçados de Bublik e passou a liderar o marcador. Com uma quebra no oitavo game, o austríaco fechou novamente em 6/3.

Precisando vencer o quarto set para se manter vivo, o cazaque veio com tudo. Aplicando bolas vencedoras e servindo com firmeza, Bublik obteve o break e abriu 5/2. Foi então que um apagão tomou conta do tenista de 21 anos. Mostrando-se desconcentrado e cometendo erros bobíssimos, trouxe Thiem de volta para o confronto e pagou o preço. Sem ter nada a ver com isso, o vice-campeão do torneio em 2018 dominou o restante da parcial, conquistou cinco games em sequência e decretou a vitória por 7/5.

Na terceira rodada do French Open, Thiem irá medir forças com o #47 Pablo Cuevas, que passou pelo britânico #30 Kyle Edmund, que desistiu quando o uruguaio vencia por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (3), 6/3 e 2/1.

VAVEL Logo