Bia Haddad e Monteiro avançam à última rodada do quali de Wimbledon; Rogerinho cai
Foto: Divulgação

A quarta-feira em Wimbledon foi quase perfeita para os tenistas do Brasil. Entrando em quadra pela segunda rodada do qualifying do Grand Slam londrino, Bia Haddad Maia e Thiago Monteiro venceram seus jogos e agora estão a apenas um triunfo de garantir vaga na chave principal do torneio. Em contrapartida, Rogério Dutra Silva acabou sendo derrotado e deus adeus a fase prévia.  

Assim como na estreia, a #121 Beatriz Haddad Maia saiu atrás, mas conseguiu reagir e bateu a alemã #201 Anna Zaja por 2 sets a 1, de virada, parciais de 3/6, 6/4 e 6/2, em 2h13 de partida. A brasileira chegou a estar perdendo por 6/3 e 3/0, porém buscou o placar e, subindo o nível, conquistou um grande resultado na grama sagrada.

Tenista número um do país no ranking da WTA, a paulista enfrenta a sérvia #117 Olga Danilovic na última rodada do quali feminino. Vale lembrar que Bia já venceu um jogo na chave principal de Wimbledon, em 2017, quando passou pela britânica Laura Robson. No ano passado, a brasileira não disputou a competição pois ainda estava em processo de recuperação de uma cirurgia nas costas.

Além de Bia, o #115 Thiago Monteiro também saiu de quadra com motivos para sorrir. Com uma atuação sólida e consistente, o cearense passou pelo norte-americano #197 Christopher Eubanks por 2 sets a 0, parciais de 7/6 (6) e 6/3, em 1h07 de confronto. Buscando furar o quali em Londres, o canhoto encara agora o japonês #246 Yosuke Watanuki.

Mas não foram só bons resultados que o Brasil colecionou em Wimbledon. O experiente #223 Rogério Dutra Silva caiu para o francês #117 Gregoire Barrere, cabeça de chave número 12 da fase prévia, em sets diretos, parciais de 6/3 e 7/6 (0), em 1h13. Apesar de ter lutado, Rogerinho não foi páreo para os saques potentes do adversário, que segue vivo no qualifying do terceiro Grand Slam da temporada.

VAVEL Logo