Governador de Nova York não descarta US Open com
portões fechados neste ano
Foto: Reprodução/US Open

Aos poucos, o mundo dos esportes vai debatendo o retorno das maiores competições, depois de alguns meses já passados de quarentena por conta da pandemia de Covid-19, que ainda está em voga na maior parte dos países.

Algumas modalidades já estão retomando gradualmente as suas competições. No tênis não é diferente, com alguns eventos de exibição já disputados. Todos estes acontecem de portões fechados e com todas as providências de saúde e segurança tomadas; e é exatamente dessa maneira que o próximo Grand Slam da temporada possa ter chance de acontecer.

Nesta segunda-feira (18), o governador de Nova York, Andrew Cuomo, deu esperanças para que o US Open ocorra neste ano. O executivo confirmou que o estado está aberto para negociações de propostas que possam garantir a realização do evento de forma segura.

O Estado de Nova York está pronto e disposto a fazer parceria com grandes organizações esportivas interessadas em jogar com segurança, sem fãs. Se nossas equipes profissionais puderem fazer com que isso funcione, e seja seguro, terão o nosso apoio”.

Com Roland Garros adiado para outubro, o Major seguinte no calendário é o nova-iorquino. Por hora, o torneio segue previsto para a sua data inicial, a partir de 24 de agosto. Boa parte das competições preparatórias também continuam marcadas - os ATPs 250 de Newport e Atlanta e o WTA de Montreal foram suspensos, assim como todos os eventos que seriam jogadas até 31 de julho.

VAVEL Logo