Ex-número quatro do mundo, Dominika Cibulkova anuncia aposentadoria aos 30 anos
Foto: Divulgação/WTA

A ex-top 5 da WTA e finalista do Australian Open, Dominika Cibulkova, anunciou a sua aposentadoria do tênis profissional. Nesta terça-feira (12), a eslovaca de 30 anos divulgou através de um post no Instagram e um vídeo - republicado pela WTA - anunciando que, por conta de problemas físicos e com sentimentos mistos, optou por aposentar-se. 

O recado, compartilhado no Instagram, contia a mensagem de despedida: "Hoje, com sentimentos mistos, eu tenho notícias especiais para compartilhar com vocês. Como vocês sabem, eu não tenho jogado por meses. O que começou com uma recorrente lesão no tendão de Aquiles, evoluiu para um dos momentos mais difíceis da minha vida - decidir o que fazer com minha carreira como tenista. Depois de pensar e conversar muito sobre, com o apoio de minha família, amigos e do meu time, eu decidi que não voltarei para as quadras para jogar de forma competitiva. É um momento repleto de vários sentimentos - tristeza, medo do desconhecido, mas também de animação sobre o que a vida trará para o futuro. Eu fui uma das garotas sortudas que tropeçou no caminho do tênis graças aos meus pais maravilhosos e eu serei eternamente grata a eles pelo apoio incondicional. Eles fizeram o possível para me manter no caminho, não importando o tamanho do obstáculo que aparecesse. Eu também tinha muita sorte por ter toda uma "vila" de pessoas maravilhosas perto de mim que me ajudaram a escolher meu estilo e me ajudaram a conquistar meus objetivos. Eu escolhi esse dia para me aposentar porque hoj também minha biografia, com todos os detalhes de minha carreira, será lançada. [...] Eu sentirei o apoio dos fãs dentro de quadra, mas eu jamais os esquecerei porque o tênis sempre será uma parte de mim. Pomeee ;) Novo capítulo começa agora..."

Cibulkova, conquistou oito títulos de nível WTA, sendo o maior deles o WTA Finals de 2016. A eslovaca também tem como feitos a final do Australian Open em 2014, onde perdeu para Li Na, semifinal em Roland Garros, 450 vitórias, seis delas em cima de número um do mundo, e um ranking máximo de #4 (atingiu em 2017).

Os canais oficiais de Roland Garros e da Rogers Cup, entre outros se manifestaram sobre a aposentadoria da jogadora. As espanholas Carla Suárez Navarro e Garbiñe Muguruza (melhor amiga da eslovaca) foram as primeiras a se manifestar. 

Cibulkova, agora com 30 anos, ocupa a #315 posição no ranking WTA e teve como último torneio o segundo Grand Slam do ano, o Aberto da França - onde perdeu para Aryna Sabalenka na primeira rodada. Curiosamente, no torneio, Cibulkova jogou dupla com outra jogadora que aposentou também na temporada 2019: Lucie Safarova

VAVEL Logo