Djokovic supera dores no pescoço, bate Berankis e  avança no Masters 1000 de Cincinnati
Foto: Divulgação/ATP

Líder do ranking da ATP, o #1 Novak Djokovic venceu o lituano #72 Ricardas Berankis, nesta segunda-feira (24), na segunda rodada do Masters 1000 de Cincinnati. A vitória, embora tenha vindo com dois sets a zero (parciais de 7/6(2) e 6/4), teve um fator de superação do sérvio - as dores no pescoço.

As dores, por sinal, não começaram no dia da peleja. No domingo (23), Djokovic desistiu da chave de duplas do torneio por conta das dificuldades que o pescoço lhe impôs. Na primeira metade de jogo, por sinal, o sérvio pediu atendimento médico em duas oportunidades.

O primeiro set, em especial, foi sofrido para Djokovic. Até o sexto game, nada de serviços quebrados - e dois break points para Berankis no quinto game. No sétimo game, a surpresa: o lituano conseguiu a quebra, mas logo na sequência, o sérvio devolveu.

O 6/6 manteve-se até o décimo segundo game, e os tenistas foram para o tiebreak. Djokovic, então, deslanchou. Quebrou três vezes o saque de Berankis e venceu por 7/6(2).

O segundo set foi extremamente atípico. De dez games, cinco tiveram quebras de serviços. No segundo game, Berankis tirou a vantagem de Djokovic; o sérvio retribuiu no terceiro. No sexto, o lituano conseguiu se colocar mais uma vez a frente, mas o líder no ranking respondeu no seguinte.

Quando o período estava empatado em 4/4, Berankis foi vencido no nono game. Sacando para vencer a partida, Djokovic não decepcionou e fechou o set em 6/4.

Nesta terça-feira (26), Djokovic encara o norte-americano #55 Tennys Sandgren, que surpreendeu ao bater o canadense #20 Félix Auger-Aliassime.

VAVEL Logo