Pliskova vira contra Sabalenka em Wimbledon e vai em busca de maior título da carreira
Karolína Plisková venceu Aryna Sabalenka em Wimbledon 2021 (WTA / Divulgação)

Cinco anos depois, a #13 Karolina Pliskova volta à final de um Grand Slam. Nesta quinta-feira (8), a ex-número 1 do mundo venceu a #4 Aryna Sabalenka na semifinal de Wimbledon 2021, de virada, por 2 sets a 1.

No primeiro set, com a belarussa já mostrando problemas no saque, Sabalenka venceu por 7/5. Nos dois seguintes, a tcheca venceu por 6/4. A peleja teve 1h56.

De virada

O primeiro set viu Sabalenka ter problemas para sacar, mas resiliência para confirmar o serviço. No quinto e no sétimo games, a belarussa precisou de dez pontos (e de dois break points) para confirmar o serviço. No 11º, além de novos dez pontos para triunfar, foram quatro break points recusados. No momento seguinte, porém, ela rejeitou Pliskova na única chance de quebra que teve em todo o jogo para vencer o período por 7/5.

Seguiram os problemas da belarussa para iniciar o serviço no segundo set. No primeiro game, foram oito pontos para que ela confirmasse o serviço; no quinto, a tcheca rejeitou Sabalenka. No sétimo, novas dificuldades e novos oito pontos, mas sem rejeições. Mesmo assim, Pliskova venceu o período por 6/4.

Inteiro em games curtos (os maiores foram o primeiro e sexto, com seis pontos), o terceiro set foi definido logo no primeiro momento, em que Pliskova, novamente, rejeitou a adversária. No final, a vaga na decisão foi confirmada com novo 6/4.

O que vem por aí

Na final de Wimbledon 2021, Pliskova enfrentará a australiana #1 Ashleigh Barty, que vem de vitória sobre a campeã de 2018, a #28 Angelique Kerber.

VAVEL Logo