Leylah Fernandez faz mais uma vítima, bate Sabalenka e está na decisão do US Open
Foto: Divulgação/WTA

Dizer que o céu é o limite para a #73 Leylah Fernandez parece ser muito pouco nessa segunda semana excepcional da jovem canadense no US Open 2021. Após bater a bicampeã Naomi Osaka, a campeã Angelique Kerber e a #5 Elina Svitolina, foi a vez da #2 Aryna Sabalenka não resistir à uma das surpresas da competição.

Após 2h24, Fernandez, 19 anos, venceu por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (3), 4/6 e 6/4 e garantiu vaga na final da competição, a primeira de Slam e a apenas a terceira em sua carreira. 

O primeiro set foi de incrível qualidade. De um lado, a explosão de Sabalenka, que chegou abriu 3/0 logo de cara e chegou a ter a bola para fechar o set no 6/5, não manteve o nível. Mantendo a frieza, Fernández batalhou até o fim para empatar a parcial, levou para o tiebreak e vencer por 7/6 (3), apesar dos cinco aces e dos 21 winners da belarussa. 

No segundo set, Sabalenka continuou a ser agressiva e tinha a obrigação de vencer o set se quisesse sobreviver na competição. E conseguiu. Além de Fernandez, a vice-líder do ranking mundial tinha como adversário o público nas arquibancadas que, na ausência de americanas na competição, adotou a jovem. Apesar de tudo, ca cabeça de chave 2 ressurgiu na partida com mais 15 winners e um aproveitamento superior a 60% nos pontos tentados em seu primeiro serviço.

Na última parcial, a glória de Leylah Fernandez. A canadense conseguiu segurar o ímpeto da adversária e conseguiu aproveitar a falta de concentração da oponente para vencer por 6/4 e o jogo por 2 sets a 1. 

O que vem por aí

Fernandez é a quarta tenista da história do Canadá na final de um Slam na carreira, depois de Eugenie Bouchard, Milos Raonic e Bianca Andreescu, a única campeã. Caso vença o título em Nova Iorque, ela vai entrar no top 20, desbancar Andreescu e se tornar a melhor ranqueada do seu país.

Na decisão, ela vai encarar uma tenista ainda menos experiente neste nível: a #150 Emma Raducanu, 18 anos, primeira qualifier na história em uma final de Major. A britânica vem de vitória em dois sets sobre a #18 Maria Sakkari.

VAVEL Logo