Kei Nishikori supera Dominic Thiem e está na semifinal em Roma

Japonês derrotou algoz de Federer em sets diretos para alcançar a semifinal no torneio italiano

Kei Nishikori supera Dominic Thiem e está na semifinal em Roma
Nishikori em ação na Itália/ Foto: NurPhoto/ Getty Images
Kei Nishikori
2 0
Dominic Thiem

Nesta sexta-feira (13), o tenista japonês Kei Nishikori venceu Dominic Thiem da Áustria por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 7/5, em uma hora e 39 minutos de jogo. Com a vitória, o tenista do Japão avançou à semifinal do Masters 1000 de Roma, na Itália.

O adversário de Nishikori na próxima rodada será o líder do ranking da ATP e atual campeão, Novak Djokovic da Sérvia, que bateu o espanhol Rafael Nadal por dois sets a zero, com parciais de 7/5 e 7/6, em duas horas e 24 minutos de jogo. Este foi o 49º encontro entre os dois em partidas válidas pelo circuito profissional da ATP, agora Djoko ampliou sua vantagem para 25 contra 23 de Nadal.

Abaixo do nível que apresentou na partida em que eliminou o número dois do ranking da ATP, Roger Federer da Suíça, Thiem iniciou o jogo muito abaixo: vencendo apenas 13 pontos dos 27 disputados em seu saque, o jovem asutríaco sofreu duas quebras de serviço na primeira parcial. Porém, apesar de ter conquistado um break, perdeu o primeiro set por 6/3.

O tenista da Áustria elevou seu nível e tornou a segunda parcial parelho. No entanto, Nishikori foi superior: vencendo 73% dos pontos no seu primeiro saque e 64% no segundo e, principalmente, salvando todos os break points em que foi ameaçado. No serviço do adversário, conquistou uma quebra crucial para fechar a partida em 7/5.

O atual campeão do torneio é líder do ranking da ATP, Novak Djokovic da Sérvia. Na decisão de 2015, o sérvio venceu Roger Federer da Suíça por dois sets a zero, com parciais de 6/4 e 6/3.

Entre os dias sete e 15 de maio de 2016 ocorre o Masters 1000 de Roma, na Itália. O torneio distribui 1000 pontos no ranking da ATP, além de mais de quatro milhões de euros de premiação. Em busca do título estão Novak Djokovic da Sérvia, Andy Murray da Escócia, Roger Federer da Suíça, Stan Wawrinka também da Suíça, Rafael Nadal da Espanha, Kei Nishikori do Japão, Tomas Berdych da República Tcheca e David Ferrer da Espanha.