Em dia de Palacio, Inter derrota Sampdoria fora de casa

Em jogo adiado da 29ª rodada da Serie A, a Internazionale foi até Gênova enfrentar a Sampdoria e venceu os donos da casa por 2 a 0. Os gols do time nerazzurri foram marcados por Rodrigo Palacio, aos 43 do primeiro tempo e nos acréscimos do segundo. Com a vitória, o time de Andrea Stramaccioni pula para a quinta posição com 50 pontos. Já a Sampdoria fica na 12ª colocação do Calcio.

O jogo começou e por duas vezes a Inter não abriu o placar nos cinco primeiros minutos. Logo aos 2, Guarín lançou Palácio, que ganhou na corrida Poli e driblou o goleiro Romero, mas adiantou demais e perdeu o domínio na bola. Na hora da finalização, o argentino acabou sendo travado e ficou apenas com o escanteio. Três minutos mais tarde, Palacio jogou na linha de fundo para Jonathan cruzar rasteiro e encontrar Guarín na pequena área. Entretanto, o colombiano dividiu o goleiro e a jogada terminou em falta de ataque.

Quando o relógio apontava 20 minutos, veio enfim, a primeira chance da Sampdoria no jogo. O escanteio batido da direita encontrou Mauro Icardi, que cabeceou no ângulo esquerdo de Handanovic, que espalmou para fora. A partir daí, o time da casa ganhou força e equilibrou a partida. Embora o ritmo do jogo tenha diminuído, a qualidade tinha aumentado. Aos 34, Krsticic arriscou de muito longe e ia fazer um golaço. Para seu azar, Handanovic estava lá e espalmou a bola para escanteio.

O momento da Samp era melhor, o time passou a apertar a Inter no seu campo de defesa, e, quando a Inter ia para o ataque, encontrava uma barreira formada pela defesa. Entretanto, no primeiro espaço cedido pelo time da casa, veio o gol. Aos 43, Alvaro Pereira cruzou da esquerda e Palacio, livre dentro da área, cabeceou no canto de Romero: Inter 1 a 0.

Na volta do intervalo, o ritmo caiu. Caiu tanto que ambos os times quase não tiveram chances de gol. Buscando empatar ou até virar o jogo, Delio Rossi colocou Maxi Lopez no lugar de Sansone. Já Stramaccioni tirou Cassano e colocou Kuzmanovic, além de trocar Jonathan, cansado, por Silvestre. 

Apesar das poucas chances, a maioria delas foi criada pela Sampdoria. Uma com Maxi Lopez, após cabeçada no canto e a outra com Gastadello cobrando falta. Em ambas, Handanovic foi firme e segurou a bola. Mas a melhor chance da segunda etapa foi da Inter. Palacio roubou bola na lateral esquerda e tocou na área para Guarín. O colombiano, dentro da grande área, pegou de primeira e chutou muito longe para desespero do argentino, que pedia a bola na marca do pênalti.

Contudo, o argentino voltou a receber passe na esquerda, e desta vez não decepcionou. Ganhou dos marcadores na corrida, entrou na área, enganou Romero e tocou no canto para matar o jogo: 2 a 0. Eram jogados 93 minutos. Não dava mais para a Sampdoria que viu a Inter menos ao ataque, mas com qualidade.

Na próxima rodada, a Internazionale recebe a Atalanta no Giuseppe Meazza. Já a Sampdoria recebe o Palermo no Luigi Ferraris.

VAVEL Logo