Buffon acredita que pode jogar até a Copa de 2018 e sonha em jogar a final de 2014 no Maracanã

O goleiro titular da Seleção Italiana, Gianluigi Buffon, concedeu entrevista ao jornal O Globo neste domingo (08) e afirmou que pretende estar apto para continuar defendendo o gol da Squadra Azzurra na Copa do Mundo de 2018, que será realizada na Rússia.

Buffon está com 36 anos e é o “vovô” dentro os 23 selecionados de Cesare Prandelli para o Mundial no Brasil, mas está confiante que irá jogar o Mundial de 2018.

Essa é a minha última Copa? Eu sinceramente espero que não. Eu sempre disse que quero jogar até os 40 anos. Então, se meu corpo ainda estiver reagindo bem, eu também gostaria de jogar a próxima Copa. Não estou pensando em aposentaria por agora”, disse Buffon ao jornal.

O goleiro da Juventus, em seguida, comentou sobre as chances da Itália nesta Copa, exaltou o trabalho do treinador Prandelli e admitiu certa dificuldade para fazer previsões do que pode acontecer durante o torneio.

Eu não faço previsões. Tudo pode acontecer em uma Copa do Mundo. É uma competição difícil para todos, dura apenas um mês e tudo depende da escalação dos times, da forma física dos jogadores, do clima, da adaptação do ambiente... ou seja, tudo pode acontecer. Nós temos uma boa equipe que cresceu muito graças ao trabalho de Prandelli”, contou Gigi.

Questionado em relação aos jogos da Copa, Buffon continuou ressaltando que não há como formar alguma previsão concreta durante o torneio, mas declara que a Azzurra precisa entrar em campo com garra contra as seleções da Inglaterra, Uruguai e Costa Rica, que compõe o Grupo D.

Como disse antes, é difícil prever algo durante a Copa. No nosso caso, teremos uma primeira fase muito, mas muito complicada. Estamos no Grupo D com a Inglaterra, Uruguai e Costa Rica, e devemos entrar em campo com muita garra contra todas essas seleções para poder passar para o próximo turno. Espero chegar longe. Até a final”, frisou o goleiro.

Por fim, Buffon revelou que seria um sonho jogar a final do Mundial no estádio Maracanã contra a Seleção Brasileira ou a Seleção Argentina, mas mantém os pés no chão.

Não precisa nem dizer o quanto seria incrível disputar uma final contra a Seleção Brasileira, uma das favoritas assim como as seleções de Espanha, Argentina e Alemanha, e justamente no Maracanã. Mas ainda é cedo para sonhar. Mas o que eu posso afirmar é que será uma grande emoção poder jogar no Brasil que é, sem dúvida, o berço do futebol mundial”, finalizou.

VAVEL Logo