A Copa do Mundo ainda não começou, mas já reserva histórias inusitadas
Enquanto a bola não rola para a Copa, momentos de descontração, lazer, surpresa e até mesmo de susto envolvendo as seleções do Mundial tomam conta do país que vai sediá-lo (Foto: Divulgação/Fifa)

Faltam apenas dois dias para o pontapé inicial da Copa do Mundo no Brasil. Das 31 seleções estrangeiras, 26 já aterrissaram em solo brasileiro. Somente os selecionados de Bélgica, Nigéria, Coreia do Sul, Gana e Portugal ainda não chegaram. Mesmo sem começar, o Mundial já reserva inusitadas histórias para quem veio participar dessa grande festa do futebol mundial.

Austrália 2 x 0 Paraná Clube

Austrália e Paraná fizeram algo inusitado: uma partida amistosa entre uma seleção e um clube (Foto: Divulgação/Paraná Clube)

Na segunda-feira passada (2), a seleção da Austrália enfrentou o Paraná Clube, equipe que milita na segunda divisão brasileira, em campo neutro. O jogo-treino foi realizado na Arena Unimed Sicoob, em Cariacica-ES. Os Socceroos levaram a melhor ao vencerem por 2 a 0, gols do meia Oliver Bozanic e do atacante Adam Taggart.

"Não vou dormir esta noite"

Mais uma história envolvendo o selecionado australiano. No quarto onde estava hospedado em Vitória, capital do Espírito Santo, o atacante Ben Halloran se deparou com uma aranha e não perdeu a oportunidade para registrar o momento. "Não vou dormir esta noite", escreveu o jogador na rede social Instagram.

A dúvida que resta é se ele realmente ficou com medo do aracnídeo ou se estava sendo irônico, tendo em vista que em território australiano pode-se encontrar aranhas bem maiores do que essa. Duvida?

Itália 5 x 3 Fluminense

Mais um duelo entre uma seleção e um clube. Dessa vez, sem a simplicidade de um jogo-treino. Era algo mais grandioso, um amistoso. Neste domingo (8), no Estádio da Cidadania, em Volta Redonda-RJ, a Itália visitou o Fluminense. Os cariocas até fizeram um jogo de igual para igual, mas saíram derrotados pelo placar de 5 a 3.

O destaque da peleja foi o atacante Ciro Immobile, autor de três gols e duas assistências. Os outros dois tentos da Azzurra foram anotados por outro atacante: Insigne. O lateral Carlinhos, o meia Chiquinho e o atacante Matheus Carvalho marcaram para o Flu. Além dos gols, o lance que levou a torcida ao delírio foi o inusitado drible do volante Diguinho no badalado meia Pirlo.

LEIA MAIS: Com três gols de Immobile, Itália derrota o Fluminense em Volta Redonda

"Esqueceram de mim"

O título do famoso filme estrelado por Macaulay Culkin e dirigido por Chris Columbus parece descrever a presepada pela qual o meia Ross Barkley, da seleção inglesa, passou nesta segunda-feira (9). Quando o ônibus levava o selecionado da Inglaterra para o treino no Forte da Urca, no Rio de Janeiro, o jogador ainda estava no hotel.

A delegação só percebeu a ausênca de Barkley quando o veículo já estava a caminho. O ônibus teve que ficar parado na pista, bloqueando o trânsito. O atleta se juntou aos colegas com 15 minutos de atraso. A pontualidade britânica fez uma vítima.

Ingleses no ritmo da capoeira e do "Lepo Lepo"

Jogadores da Inglaterra dançam o "Lepo Lepo" (Foto: André Durão)

Após a gafe e o treino da manhã, cinco jogadores do English Team partiram rumo ao Complexo Esportivo da Rocinha, onde participaram de um evento social. Estiveram lá o goleiro Fraser Forster, os meias Jack Wilshere e Adam Lallana e os atacantes Daniel Sturridge e Danny Welbeck, recepcionados com uma apresentação de capoeira.

"A habilidade dos capoeiristas é incrível. Este é um momento único que levarei para toda a vida", disse Forster.

Sturridge e Welbeck se arriscaram na dança e garantiram a alegria dos capoeiristas. "A capoeira é muito difícil, não é pra mim. Meu negócio é mesmo o futebol", brincou Welbeck. Os atacantes também dançaram o "Lepo Lepo", dança que se popularizou no Carnaval brasileiro neste ano.

"Eles não poderiam vir aqui sem deixar de aprender o Lepo Lepo. A dança e a capoeira fazem parte da nossa cultura. Eles foram meio desengonçados na capoeira, mas foram bem. Não são tão bons como no futebol, mas foi legal. Torço pela Inglaterra, mas nessa Copa tem que dar Brasil", disse o professor Ismael Vasconcelos.

Holandeses atingidos por praticante de kitesurf

Descontração na praia de Ipanema quase trouxe complicações maiores (Foto: Pablo Jacob/Agência O Globo)

Logo após o treino aberto ao público na Gávea, os jogadores da seleção da Holanda foram à praia de Ipanema. Porém, neste aparente momento de lazer, dois deles levaram um susto. O lateral Daryl Janmaat e o atacante Robin van Persie foram atingidos por um praticante de kitesurf na praia. Saíram do local apenas com pequenos ferimentos.

"Eu quase tive minha cabeça atingida por um kite.Tinha um homem de kitesurf e ele acabou caindo no mesmo lugar onde eu estava. Felizmente não aconteceu nada pior e não há nada com o que se preocupar", disse Janmaat.

"Vou de táxi..."

Mexicanos tiveram que ir ao treino de táxi (Foto: Cristiane Amaral/TV Tribuna)

Também na manhã desta segunda-feira, outra surpresa desagradável veio à tona: a bateria do ônibus da seleção mexicana havia descarregado e não poderia levar a delegação ao CT Rei Pelé, em Santos, no litoral paulista. Restou aos jogadores do México ir ao centro de treinamento de táxi. Como era de se esperar, a Avenida Ana Costa, local do hotel onde a seleção estava hospedada, enfrentou um pequeno congestionamento. "Vou de táxi", como diria a cantora e apresentadora Angélica.

Meio de transporte pouco usual para os alemães

Alemães atravessaram o rio João da Tiba de balsa para chegarem à concentração (Foto: AP)

A seleção da Alemanha vem se concentrando no povoado de Santo André, localizado no município de Santa Cruz Cabrália, na Bahia. A viagem até o local foi deveras desgastante: 10 horas de voo na ponte aérea Frankfurt-Salvador e avião fretado da capital baiana até Porto Seguro. E não para por aí: para chegarem à comunidade, onde construíram seu próprio resort, os alemães percorreram cerca de 30 quilômetros de ônibus e, por fim, de balsa, pelo rio João da Tiba.

Feliz aniversário, Klose

A segunda-feira foi especial para o atacante alemão Miroslav Klose. Era o seu aniversário de 36 anos. Após o treinamento da seleção da Alemanha no CT em Santa Cruz Cabrália, o avançado foi homenageado por índios aborígenes da aldeia Pataxó. Tímidos no início, Klose e seus companheiros de equipe se juntaram aos festejos e pareciam já ter se enturmado com a tribo.

Com 14 gols, o atacante pode fazer história em solo brasileiro: caso balance as redes duas vezes, acabará por ultrapassar o brasileiro Ronaldo e se tornar o maior artilheiro da história das Copas do Mundo.

"Baêa! Baêa! Baêa!"

Recuperando-se de lesões para poderem defender a Alemanha na Copa do Mundo, o goleiro Manuel Neuer e o volante Bastian Schweinsteiger escantearam a preocupação ao vestirem a camisa do Bahia e cantarem o hino do tricolor baiano, sem deixar escapar os gritos de "Baêa! Baêa! Baêa!". Até agora, pode-se dizer que este é o momento pré-Copa mais impagável.

Bósnios já têm suas mascotes

Concentrando-se no Guarujá, litoral de São Paulo, para a Copa do Mundo, a seleção da Bósnia-Herzegovina recebeu companheiros agradáveis em sua curta estadia no Brasil. No treino do último sábado (7), os jogadores encontraram um cachorro perto do campo onde treinavam e aproveitaram o momento para brincarem com o animal.

Mais um cão se enturmou com os bósnios (Foto: Alexandre Lopes)

Já nesta segunda, na Praia da Enseada, os bósnios tiveram nova companhia: outro cão acompanhou os atletas durante todo o treinamento. Sempre à frente deles, parecia escoltá-los durante todas as atividades. O animal caiu nas graças do selecionado europeu e recebeu o carinhoso apelido de "BosDog".

Treinador da Bósnia escapa de tentativa de assalto

Comissão técnica da Bósnia-Herzegovina caminha pela Praia da Enseada, no Guarujá (Foto: Alexandre Lopes)

Não só de momentos de descontração viveu a delegação bósnia. Nesta noite, a comissão técnica da seleção, liderada pelo técnico Safet Susic, caminhava na praia por volta das 21h e foi seguida por suspeitos.

Segundo informações da Polícia Militar, três pessoas seguiam de bicicleta os bósnios. Decidiram se aproximar num determinado momento, mas foram surpreendidos por uma viatura da PM com a sirene ligada e acabaram fugindo. Nada grave ocorreu e ninguém foi preso.

Susic caminhava pelo local após comandar sua seleção no amistoso contra a equipe sub-21 do Santos. O placar foi de 5 a 1 para a Bósnia-Herzegovina. Hajrovic, Ibisevic (duas vezes), Lulic e Visca marcaram para os bósnios e João descontou para o Peixe.

Torcedor ilustre

Humorista Marcelo Adnet (centro) mostrou que torcida pela Bósnia está longe de ser brincadeira (Foto: Bruno Giufrida)

O humorista Marcelo Adnet, apresentador da TV Globo, prestigiou o amistoso entre a seleção principal da Bósnia e a garotada santista. Torcedor declarado da seleção dos Bálcãs, ele explicou sua paixão pelos europeus.

"Eu comecei a acompanhar a história da Bósnia. Li muito sobre o país e sei que eles sofreram muito durante a guerra. Tanto que quase deixaram de existir. Visitei Sarajevo duas vezes e descobri o quanto eles lutaram pela sobrevivência. Eles conquistaram a minha torcida", justificou.

"Vou torcer igual para as duas seleções. Consegui comprar ingresso para os três jogos da Bósnia e torcerei bastante pela vitória", concluiu, admitindo que dividirá sua torcida entre o Brasil e a Bósnia-Herzegovina.

Drogba e "Drogbinha"

Em Águas de Lindoia, no interior de São Paulo, o atacante marfinense Didier Drogba recebeu uma visitada surpreendente e emocionante. Um fã do jogador levou sua esposa e seus filhos para conhecerem o jogador. Baiano de nascimento, Daniel Neto, de 30 anos, quase batizou um de seus filhos (Daniel, de seis meses) com o nome do africano, e teve suas camisas e seus cartazes autografados por Drogba, além de presenteá-lo com uma camisa do Vitória, seu time do coração.

"Foi muito emocionante. O Drogba é uma pessoa fantástica, nos recebeu muito bem, foi atencioso desde que chegou. Ele subiu do treino, nos viu e pediu para esperar, porque ele ia tomar banho. Quando voltou, pegou o Drogbinha no colo, tirou fotos e deu autógrafos. Com certeza é algo que vou levar para sempre comigo. Meus filhos e minha mulher também gostaram", garantiu Daniel, ao lado de Luciana e de João.

Torcedor armado com faca em treino da Colômbia

No Centro de Formação de Atletas do São Paulo Futebol Clube, em Cotia, a seleção da Colômbia iniciava seus preparativos em solo brasileiro para o Mundial de 2014. Na arquibancada, dois torcedores iniciaram uma confusão. Um deles escondia uma faca na manga do agasalho.

Suspeita-se que a briga tenha se originado do fato de os adeptos, que eram colombianos, torcerem para times diferentes. Ambos foram encaminhados a um posto policial que se encontra em frente ao CT são-paulino.

Fã de Torres "dribla" segurança para ver ídolo de perto

Diego dos Santos não esconde sua idolatria por Fernando Torres e fez loucura para tietá-lo (Foto: Guilherme Palenzuela/UOL)

Nesta segunda-feira, no CT do Caju, do Atlético-PR, local de treinamento do selecionado da Espanha, um fã do atacante espanhol Fernando Torres "driblou" a segurança e misturou-se com jornalistas para ver seu ídolo de perto.

"Na verdade vim, não ia furar. Quando barraram fomos por trás. A gente viu que tinha um terreno. A gente suiu num muro para ver, nada. Subimos na árvore, nada. Aí entrei", contou Diego dos Santos, de 24 anos.

"Entrei porque sou fã do Fernando Torres. Gosto do Brasil, mas gosto muito dele. Desde o Atlético de Madrid, desde o começo. Às vezes os outros criticam, inclusive meus parentes. A única que aceita é minha mulher", revelou o curitibano.

"Obina é melhor"

Eto'o e a delegação camaronesa chegaram ao Rio de Janeiro nesta segunda-feira (Foto: Reprodução/Twitter)

Nesta noite, enquanto corria pela Praia do Canto, em Vitória-ES, o atacante Samuel Eto'o foi perguntado sobre uma suposta concorrência com o atacante argentino Lionel Messi, ex-colega do Barcelona. O camaronês não escolheu nenhuma das alternativas e sua preferência foi o atacante Obina, hoje no América-MG, remetendo ao famoso canto da torcida do Flamengo que ficou famoso no Brasil inteiro: "Obina é melhor que Eto'o!". O grito ganhou o mundo e chegou aos ouvidos de Eto'o, que não titubeou e também entrou na brincadeira.

Abordado por flamenguistas, o avançado viu um deles desejar sua presença no clube carioca. "Quando a Copa acaba, vem pro Mengão", disse um rubro-negro que o cercava. Os jogadores de Camarões surpreenderam ao saírem do hotel e caminharem nas ruas sem a presença de seguranças. Motivo suficiente para serem parados por fãs nas ruas.

"Secada" argelina

Jogadores da Argélia não perderam a oportunidade de observar mulher que caminhava pela rua (Foto: Aldo V. Silva)

Acostumados a viver entre mulheres que se cobrem com uma burca ou um lenço ao saírem às ruas, tradição seguida pelo Islamismo de tradição sunita, religião oficial da Argélia, os jogadores da seleção argelina se mostraram surpresos ao verem uma mulher caminhando com roupas esportivas pela avenida Pereira da Silva, em Sorocaba, interior de São Paulo. A delegação africana se dirigia ao CIC, seu local de treinamento, e não perdeu a oportunidade de matar a curiosidade.

Balotelli noivo em terras brasileiras

O clima de Copa do Mundo também abre espaço para o romantismo: o atacante italiano Mario Balotelli e a modelo Fanny Neguesha decidiram noivar em terras brasileiras. O local escolhido foi a cidade litorânea de Mangaratiba, localizada ao sul do estado do Rio de Janeiro. É neste município onde a seleção da Itália vem se preparando para a Copa do Mundo. Conhecido pelo seu temperamento explosivo e por formular comentários polêmicos, Balotelli surpreendeu a todos com o anúncio na rede social Instagram.

Recepção calorosa ao Equador

Em Viamão, no Rio Grande do Sul, a seleção do Equador desfrutou da hospitalidade da população local. De acordo com a Brigada Militar, cerca de 10 mil pessoas recepcionaram os equatorianos no município vizinho a Porto Alegre, capital gaúcha. Os jogadores da Tricolor tiveram a honraria de desfilar em trio elétrico.

Mesmo chegando com duas horas de atraso, jogadores do Equador foram muito bem recebidos pelo povo gaúcho (Foto: Mauro Vieira/Agência RBS)

O meia Antonio Valencia, principal jogador de La Tri, recebeu do prefeito Valdir Bonatto a chave do município e os jogadores ainda receberam a bênção de um padre da cidade.

Com todos esses fatos, uma certeza que fica é a de que essa Copa terá a cara do Brasil em um aspecto: muitas histórias para contar.

VAVEL Logo