Com pênalti polêmico, Hannover vence Hamburgo de virada no clássico do norte da Alemanha

Neste domingo (1), Hamburgo e Hannover se enfrentarm pelo encerramento da 11° Rodada da Bundesliga 2015/16, no Volksparkstadion em Hamburgo, no clássico do norte da Alemanha. Os dinos que vem de vitória na última rodada buscava suibr ainda mais na tabela de classificação encarou uma equipe que vem em baixa nesta temporada e não repete as boas campanhas de temporadas anteriores.

O jogo foi movimentada e os visitantes venceram de virada por 2 a 1, os gols foram marcados por Kiyotake de penalti e Sané. Para a equipe da casa Gregoritsch marcou. Com o resultado os Die Rothen sairam da zona de rebaixamento e foram para a décima quarta colocação com 11 pontos. Já os dinos estão em décimo com 14 pontos.

A próxima partida do Hamburgo será fora de casa contra o Darmstadt no Merck-Stadion am Böllenfalltor no próximo sábado (7/11). Já o Hannover recebe na HDI-Arena a equipe do Hertha Berlin na próxima sexta-feira (6/11), na abertura da 12° Rodada.

Dinos abrem o placar logo no começo da partida com Gregoritsch:

No clássico do norte da Alemanha, os hamburgueses que vinha de vitória na rodada passada queriam aproveitar o mau momento do seu rival. E logo aos 6 minutos, abriu o placar, Nicolai Muller disparou em velocidade o camisa 27 de bandeja para Gregoritsch que com o gol vazio deixou sua marca.

Depois o lateral Diekmeier fazer o mesmo, depois de assistência de Djourou, o jogador conduziu até a área adversária em seguida arriscou colocado, obrigando Zieler a fazer grande defesa.

O time da casa teve oportunidades de aumentar o marcador, aos 27 minutos, Marcelo Díaz cobrou falta colocada e a bola foi travessão no rebote Muller mandou pra fora a chance de aumentar o marcador.

Enquanto que os visitantes pouco fizeram na partida e teve duas chances aos 33 minutos, Sané arriscou de fora da área só que a bola desviou no defensor saindo para o tiro de canto. No lance seguinte, Kiyotake cobrou escanteio o zagueiro Schulz cabeceou fraco, facilitando a defesa de Adler.

Os dinos tiveram duas oportunidades de ampliar o marcador, aos 36 minutos, Andreasen tocou errado nos pés de Gregoritsch, o jovem austríaco disparou e passou para Lasogga que deu para Muller que arriscou, mas Zieler fez grande defesa. Logo depois Gregoritsch se precipitou ao arriscar para o gol e mandou pra fora.

Pênalti inexistente para o Hannover que conseguiu a virada:

Na segunda etapa os visitantes mudaram a sua forma de jogar, colocando um time bem mais ofensivo com Saint-Maximin e Bech. E deram certo, os dois mudaram a cara da partida com investidas pelas pontas, dando trabalho ao time da casa.

A equipe da casa queria o segundo gol para aumentar sua vantagem e quase ampliou, aos 13 minutos, Muller deu belo passe para Schipplock, o atacante girou e arriscou colocado, e por pouco não deixou sua marca.

Só que aos 14 minutos, os Die Rothen tiveram um pênalti a seu favor, o arbitro marcou falta de Spahic em Bech, o bósnio nem chegou a encostar no jogador dinamarquês. Na cobrança, Kiyotake bateu e converteu o arremate.

Minutos depois conseguiram a virada aos 22 minutos, Sané viu Kiyotake livre, o japonês levantou na cabeça do senegalês que de peixinho mandou no canto de Adler, dando a vantagem aos visitantes.

Os dinos tentaram o empate, nos instantes finais da partida, mas os visitantes conseguiram se segurar e saíram com o triunfo fora de casa.

VAVEL Logo