Ainda sem jogar em 2017, Marco Fabián revela ansiedade por retorno no Frankfurt

Marco Fabián é um dos nomes mais produtivos no meio de campo do Eintracht Frankfurt. O atleta mexicano ainda não entrou no gramado em 2017 por causa de uma lesão nas costas. Com três gols e quatro assistências na atual temporada, clube, torcida e o próprio jogador estão ansiosos pelo retorno do atleta às condições físicas adequadas. Em entrevista ao site oficial da Bundesliga, o camisa 10 das Águias falou sobre a agonia por causa da demora do diagnóstico de sua lesão, a distância de seu país natal e o contentamento em estar próximo de um retorno oficial.

Marco Fabián é o sétimo jogador mexicano na história a disputar a Bundesliga. Atletas mais conhecidos são Pavel Pardo e Ricardo Osorio, campeões da Bundesliga com o Stuttgart em 2007, além de Chicharito Hernández, um dos principais goleadores do Bayer Leverkusen na atualidade e melhor amigo de infância de Fabián.

"É um prazer estar de volta aos treinamentos. Eu estava ausente, mas agora estou muito melhor. Foi um mês difícil por tudo o que eu sofri, mas, graças a Deus, posso dizer que estou mais perto de voltar. Nas primeiras semanas da lesão eles não conseguiram encontrar exatamente o que estava errado comigo. Depois de visitar muitos médicos, descobrimos qual era o meu problema. Agora eu estou recebendo injeções e deixando a dor para trás, pouco a pouco", explicou o jogador, que teve diagnosticado um problema no nervo ciático e espera voltar a campo contra o Hamburgo, na rodada 25, programada para a próxima semana.

Após conquistar a confiança do técnico Niko Kovac, Marco Fabián está decidido a continuar de onde parou e manter os bons números com a camisa do Eintracht Frankfurt. "Não há palavras para descrever a recuperação e ser capaz de jogar. Às vezes não conseguimos valorizar os nossos momentos no campo. Quando você está fora, você tem tempo para refletir. Futebol é a coisa que eu amo. Eu sonhava em tocar na bola, quando eu nem conseguia me levantar para ir ao banheiro, não conseguia me vestir sem ajuda, e eu agradeço a Deus que agora eu posso me fortalecer novamente, porque perdi cerca de dois a três quilos", concluiu.

Em fase final de recuperação, o meia pretende voltar a disputar uma partida oficial em duas semanas, contra o Hamburgo, embora o departamento médico precise o confronto contra o Borussia Mönchengladbach, no dia 1º de abril, como a data certa para o retorno do camisa 10. Antes disso, as Águias, que ocupam a sexta posição na tabela de classificação da Bundesliga com 35 pontos ganhos, encaram o Bayern de Munique na Allianz Arena, às 11h30 do próximo sábado (11).

VAVEL Logo