Capitão do Darmstadt, Aytac Sulu celebra vitória sobre Mainz 05 em homenagens a torcedor ilustre

A situação do Darmstadt é bem complicada na atual temporada. Diferente das boas atuações que garantiram a permanência da equipe em mais uma temporada na elite do futebol alemão, o time não apresenta desenvoltura nesta edição da Bundesliga e tem uma campanha desastrosa. Com apenas 15 pontos somados em 24 partidas disputadas, os Lírios ocupam a última posição na tabela de classificação, muito perto do rebaixamento para a 2. Bundesliga.

Mas o duelo contra o Mainz 05, disputado neste fim de semana no Jonathan-Heimes-Stadion am Böllenfalltor, teve um caráter diferente, de homenagens a um torcedor ilustre. Johnny Heimes morreu em março de 2016 após uma intensa batalha contra o câncer, em situação clínica que mobilizou toda a Alemanha. Por isso, o jogo realizado dentro de seus domínios contou com homenagens dos jogadores, com uniforme especial para o último sábado (11), além de manifestações na torcida.

Em alusão ao ano de fundação do clube, o presidente do Darmstadt, Rüdiger Fritsch disse que 1.898 camisas seriam colocadas à venda ao público com todos os valores revertidos para a fundação Du Musst Kämpfen (Você deve lutar, em português). As camisas foram vendidas em um único dia. Antes da bola rolar, uma grande camisa foi estendida nas arquibancadas.

Ao fim das contas, o Darmstadt suou para garantir três pontos e voltar a vencer depois de quatro partidas. Quem comentou a vitória por 2 a 1 foi o capitão e autor do primeiro gol do triunfo, Aytac Sulu. Segundo o defensor, todo o panorama especial com boas recordações serviu de motivação para os atletas do elenco, uma força motriz para ter mais bravura e dedicação em campo. "O espírito de Johnny nos uniu", afirmou.

Na temporada passada, Sulu foi um dos melhores defensores dentre as cinco grandes ligas europeias, com sete gols marcados, todos assinalados fora de casa. Na última rodada, foi o primeiro gol no Jonathan-Heimes-Stadion am Böllenfalltor. Apesar de todo o sábado bom, a situação do time na tabela de classificação é difícil, com 11 pontos de distância em relação ao Werder Bremen, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O capitão falou sobre o panorama da equipe.

"A tabela ainda parece muito ruim. Mas é um bom sentimento finalmente ganhar um jogo. Os jogadores do Darmstadt foram agressivos e desejosos desde o primeiro minuto. Foi um dia tão importante, tendo em conta o contexto com Johnny. Foi uma grande fonte de motivação e é ótimo ter um resultado positivo depois de duas semanas difíceis", concluiu Sulu.

Jonathan Heimes comemorou bastante quando o Darmstadt garantiu o retorno à elite alemã depois de 48 anos, em 2015, ao usar pulseiras com os dizeres "você deve lutar!". Jogador de tênis talentoso quando jovem, Heimes tinha criado a instituição de caridade no início de 2015 com o jogador Andrea Petkovic, treinado por seu pai.

A relação entre Jonathan Heimes e Darmstadt é de fidelidade, mesmo em situações de saúde muito complicadas. Johnny foi diagnosticado com câncer aos 14 anos e lutou até os 26, quando veio a óbito. Certamente, se estivesse vivo, seria um dos mais felizes com a vitória dos Lírios.

VAVEL Logo