Zenit anuncia pacotão de reforços para a próxima temporada

Figurinha carimbada nas últimas edições da Uefa Champions League, o Zenit não conseguiu repetir o mesmo sucesso dos outros anos e terá que amargar apenas uma vaga na Europa League em 2017-18, já que ficou em terceiro – um ponto atrás do CSKA – no último campeonato russo, que teve como grande campeão o Spartak Moscou.

Com o intuito de voltar a conquistar o campeonato local e até de ir longe na competição europeia, o time de São Petersburgo não está medindo esforços e anunciou a contratação de três badalados jogadores, que eram de interesse até de clubes de cenários futebolísticos maiores. Tratam-se do zagueiro Kostas Manolas, do volante Leandro Paredes e do atacante Sebastian Driussi.

O zagueiro grego Manolas foi um dos grandes defensores do último campeonato italiano jogando pela Roma. Titular absoluto da equipe da Cidade Eterna, há algumas temporadas era um dos jogadores mais constantes no sistema defensivo da equipe, que passou por muitas mudanças nesse meio-tempo. Com um total de 52 jogos na última temporada, o atleta de 26 anos teve uma média de 2.1 interceptações e 5.2 afastamentos por jogo.

Outro que irá para a Rússia partindo de Roma é o volante Paredes. Cria do Boca Juniors, o jogador de 22 anos era uma peça importante na equipe italiana, mesmo não sendo titular. Apesar do interesse de clubes como Liverpool e Borussia Dortmund, o argentino se juntará aos brasileiros Hernani e Giuliano no Zenit. Na última Serie A, foram 3 gols marcados e 1 assistência. Além disso, esteve presente na última lista de convocados da seleção de Jorge Sampaoli.

Por último, mas não menos importante, a equipe russa fechou com um dos nomes mais badalados e promissores do futebol da América Latina: o atacante Driussi, de apenas 21 anos. Mesmo jovem, era titular absoluto dos Xeneizes, fazendo uma grande e matadora dupla de ataque com Lucas Alario. Nessa temporada, contando Campeonato Argentino e Taça Libertadores, o jogador marcou 19 gols em 31 jogos.

Esses três jogadores se juntarão ao equatoriano Cristian Noboa, de 32 anos, um dos destaques nas últimas duas temporadas pelo Rostov, que assinou com o time de São Petersburgo por um custo zero, que foi apresentado e anunciado há alguns dias.

Com isso, fica claro que o objetivo do treinador Roberto Mancini, ex-Manchester City e Internazionale, é brigar por todos os títulos possíveis. Com o fracasso da última temporada, os Bomzhi prometem, pelo menos com o elenco no papel, ser um dos grandes clubes da Europa em 2017-18 e podem surpreender equipes de grande porte na próxima Europa League. 

VAVEL Logo