Ex-Chelsea e Tottenham, volante Scott Parker pendura as chuteiras após 20 anos de carreira

20 anos de carreira, sete clubes, convocações para a Seleção Inglesa e até capitão dela. Esses são alguns números de Scott Parker, meio-campista de 36 anos que anunciou sua aposentadoria nesta quarta-feira (28). O inglês teve passagens por clubes como Tottenham, Chelsea, Newcastle United e West Ham e finalizou sua longa passagem como jogador profissional de futebol pelo Fulham

Na nota em que anuncia sua aposentadoria, Parker agradeceu a todos os seus companheiros de equipe durante a carreira, além dos sete clubes, torcedores e seus familiares, que lhe apoiaram nos momentos mais difíceis e comemoraram nos melhores deles. O atleta ainda faz questão de lembrar que realizou o seu sonho de infância e também de se mostrar honrado pelo seu tempo nos gramados. Scott também fala que espera fazer um anúncio em breve sobre seu próximo passo na vida profissional. 

"Quando era um menino, sonhei em ser jogador de futebol e fico honrado por ter esse sonho realizado. Sempre dei meu máximo dentro e fora dos gramados. Espero que durante minha carreira tenha sido um exemplo para não só meus filhos, como para meus companheiros de equipe, assim como os torcedores que me apoiaram", escreveu em trecho da nota. 

Revelado no Charlton Athletic em 1997, Parker ficou sete anos defendendo o time do The Valley, jogando 128 aparições pelo clube e marcando nove gols. Ainda sob contrato com a agremiação em questão, o meia foi emprestado em 2000 para o Norwich, onde jogou seis jogos pelos Canaries. Durante esse período com a equipe que o revelou, teve suas primeira convocação para a seleção principal.  

A sua consistência foi visto pelo grande em ascensão, o Chelsea. Estando com quatro anos sob a gestão de Roman Abramovic, os Blues contrataram o inglês em 2004, porém ficou apenas um ano vestindo as cores azul do clube. A falta de oportunidade no time principal acabou fazendo com que o interesse deixasse de ser mútuo. Parker, então, sairia para o Newcastle. 

Nos Magpies ficou dois anos, onde jogou 55 partidas pelo time do nordeste da Inglaterra. Lá, garantiu mais algumas convocações até que se mudou para Londres, onde se estabeleceria pelo resto de sua carreira. Primeiro foi o West Ham, de 2007 a 2011, tendo 113 jogos com a camisa dos Hammers. Em seguida, dois anos com o Tottenham, período em que capitaneou o English Team, até que foi vendido para o Fulham em 2013. Desde então, permaneceu lá. 

VAVEL Logo