Agente de Keita Baldé desabafa sobre situação do atleta: "A Lazio sofrerá as consequências"

A temporada italiana teve seu pontapé inicial no último domingo (13), mas o imbróglio entre Keita Baldé e Lazio ainda não foi solucionado. O atleta já declarou o seu desejo de se transferir à Juventus ainda nesta janela de transferências de verão, mas o clube da capital alega não ter recebido nenhuma proposta oficial e não abriu negociações.

Por conta desta situação, diretoria e comando técnico da equipe laziale optaram por afastar o atleta das atividades do clube, deixando-o de fora da lista de relacionados da Supercopa Italiana. Na ocasião, a Lazio bateu a Juventus por 3 a 2 e sagrou-se campeã.

Nesta quarta-feira (16), Roberto Calenda, empresário do senegalês, desabafou sobre a situação de seu atleta. Em entrevista concedida ao famoso jornal Gazzetta dello Sport, o agente não poupou críticas ao clube.

"Ele está muito irritado com uma série de comportamentos do clube. Keita chegou à Lazio quando ainda era uma criança e ganhou respeito no mundo do futebol por seu esforço e qualidade. Provou ser decisivo em inúmeras oportunidades, anotando 16 gols em 2016/17. Agora, com 22 anos, está na hora de receber as recompensas por seu trabalho duro. Mas, apesar dos resultados, a Lazio provou não acreditar no atleta, não oferecendo o projeto que ele merece.", afirmou Calenda.

De acordo com o empresário, o senegalês se sente subvalorizado pela diretoria biancoceleste e está insatisfeito com a forma como o estes vem conduzindo toda a situação. Barrar o jogador da Supercopa Italiana foi a "gota d'água" para o jogador.

"Keita recebe consideravelmente menos que outros atacantes, que marcaram menos gols e atuaram menos em 2017. Apesar de todo imbróglio, Keita deixou claro ao clube que daria 100% em campo enquanto seu contrato não expirasse. Como resposta, a Lazio sequer o chamou para o primeiro grande jogo da temporada, a Supercopa. O garoto ficou muito desapontado, e agora o clube sofrerá as consequências.", declarou.

Sob o radar de inúmeros rivais como Juventus, Milan, Napoli, Baldé também desperta interesse de clubes ingleses como Everton e Tottenham. Para Roberto Calenda, a estratégia laziale é conseguir um valor maior de transferência, mas tentar isso até às últimas consequências pode ser pior para o próprio clube em um futuro próximo.

"Você não pode esperar que um atleta aceite uma renovação ou uma venda que não deseja. A impressão que tenho é que a Lazio espera uma soma maciça, quando em poucos meses ele estará livre para assinar com quem quiser. Se eles continuarem a esticar a situação, em breve a corda irá romper e a Lazio terá que explicar aos seus fãs o motivo de terem perdido um grande talento de graça", concluiu.

VAVEL Logo