Em dia de reencontros, Inter recebe Fiorentina na rodada de abertura da Serie A

Com várias novidades, inclusive no comando técnico, Internazionale Fiorentina se enfrentam na abertura da Serie A, buscando posições melhores que conquistaram na última temporada. Em 2016-17, as equipes terminaram na 7ª e 8ª colocações, respectivamente, e ficaram fora das competições europeias. A partida no Giuseppe Meazza, em Milão, começa às 15h45.

No último confronto, as equipes protagonizaram um jogo de muitas emoções, viradas e gols: a Fiorentina venceu por 5 a 4, no Artemio Franchi. Vecino, que marcou dois para a Viola naquela partida, agora veste a camisa nerazzuri. Nas últimas seis partidas, a vantagem é grande para a Viola: cinco vitórias, contra apenas uma da Inter. Na história da Serie A, foram 163 encontros, com 66 vitórias do time de Milão, 47 da Fiore e 50 empates.

Inter busca temporada de sucesso e tem torcida empolgada

A temporada passada foi conturbada em Milão. Trocas de técnico, falta de consistência defensiva e resultados decepcionantes em casa resultaram em uma campanha de apenas 7ª colocação na Serie A e ausência no cenário europeu. Agora com Luciano Spalletti no comando, a Internazionale busca novamente uma grande campanha.

Os principais destaques da Inter, como Mauro Icardi e Ivan Perisic, continuam no elenco, apesar do assédio de outras grandes equipes. Para a defesa, o time contratou o zagueiro Skriniar, da Sampdoria, e o lateral brasileiro Dalbert, ex-Nice. Para o meio campo, dois dos pilares da Fiorentina: Vecino e Borja Valero.

A expectativa da torcida da Inter para a estreia é grande. Aproximadamente 40 mil ingressos foram vendidos antecipadamente - na temporada passada, o clube já teve a maior média de público da Serie A. Spalletti espera que isso seja um incentivo para seu time largar bem na competição.

"Ouço falar de quase 50 mil torcedores em San Siro. Este é um tesouro muito importante que não devemos dispensar, mas sim alimentar. A partida no San Siro deve ser para nós um encontro sentimental. Amanhã eu pedirei aos jogadores que coloquem, além de música nos fones de ouvido, a batida dos 50 mil que chegam do estádio para nós", disse.

Com mercado aquecido na última semana, Viola revoluciona elenco

Depois de um 2016-17 decepcionante, onde a Fiorentina praticamente manteve o time da temporada anterior, mas piorou seus resultados, o elenco para a atual temporada é praticamente outro. As principais referências das últimas temporadas saíram. Borja Valero e Vecino foram para a Inter, Bernardeschi para a Juventus, Kalinic para o Milan, Tatarusanu para o Nantes, Ilicic para a Atalanta e Gonzalo Rodríguez para o San Lorenzo.

O técnico também mudou: Paulo Sousa deu lugar a Stefano Pioli, que trabalhou na Inter na temporada passada. O panorama para a Viola parecia muito complicado, mas as contratações dos últimos dias aumentaram a esperança da torcida. Giovanni Simeone chegou do Genoa, Marco Benassi, do Torino e Gil Dias, do Monaco. Além disso, os franceses Veretout Eysseric e o brasileiro Vitor Hugo também reforçam a Fiorentina, entre outros nomes. Todos eles devem ser titulares na estreia da Serie A. 

O treinador se mostrou bastante satisfeito com os reforços e espera que as atuações demonstrem o potencial do elenco. "Nosso time está bastante completo, encontramos as características que precisamos, jogadores jovens e motivados, e cheios de talento: enfocamos no nossos objetivos. Agora o campo vai falar", disse Pioli.

Um dos destaques da Viola na temporada passada, o meia-atacante Federico Chiesa está fora, suspenso. O meia Ricardo Saponara se recupera de lesão, enquanto o zagueiro Germán Pezzella, contratado junto ao Bétis, que foi o último reforço anunciado, não está disponível.

VAVEL Logo