Técnico Didier Deschamps mantém decisão e explica ausência de Benzema da Seleção Francesa

As entrevistas do técnico Didier Deschamps se tornaram previsíveis ao longo dos anos. Não por culpa dele, mas pelas perguntas feitas e os assuntos abordados. A mais repetitiva é sobre Benzema, que segue fora da Seleção da França após o caso de chantagem envolvendo Valbuena.

O jornal Le Parisien publicou nesta quarta-feira (30) uma entrevista com o técnico da seleção e o caso Benzema esteve na pauta. Deschamps manteve o mesmo discurso de sempre: “Não foi uma das decisões mais fáceis. Fiz uma análise não sobre um indivíduo, mas sobre um grupo. O coletivo sempre esteve acima. Depois convoquei unicamente em função do que acredito que seja bom para a seleção francesa. Sempre trabalhei assim. Decidi e assumo a minha decisão.

Nesta quarta, o comandante francês também concedeu entrevista coletiva para os demais jornalistas. Questionado sobrea capacidade física de seus atletas, o treinador disse: “Eles estão aptos. Ninguém pode estar em seu máximo nesta época da temporada, mas eu sei que individualmente e coletivamente podemos dar o melhor para obter o resultado esperado.

O último jogo da França nas Eliminatórias para a Copa foi uma derrota por 2 a 1 para a Suécia, onde erros individuais – principalmente do goleiro Lloris – tiraram os pontos dos Bleus. Deschamps minimizou: “Não estou em alerta. Não era o resultado desejado. Era uma época diferente, uma situação diferente, um oponente diferente. Obviamente, este resultado não nos coloca em uma situação na qual esperávamos antes deste jogo (contra a Holanda), mas ainda temos capacidade para conseguir a vaga na Copa.

Deschamps e seus comandados encaram a Holanda nesta quinta-feira (31), às 15h45 (horário de Brasília), no Stade de France. O próximo compromisso será diante da Seleção de Luxemburgo, também em solo francês. Os Bleus ocupam a segunda colocação do Grupo A das Eliminatórias com 13 pontos, mesma pontuação da Suécia. A Holanda vem em terceiro com 10 pontos.

VAVEL Logo