Fifa divulga atualização no ranking de seleções do futebol feminino; Brasil cai uma posição
Foto: Reprodução/FIFA

A Fifa divulgou a atualização no ranking das Seleções Femininas. A liderança permanece com os Estados Unidos, seguida pela Alemanha, que mesmo como uma campanha na Eurocopa abaixo da esperada se manteve firme como a segunda colocada. As principais novidades do ranking foram a Holanda, que pela primeira vez ficou entre as dez melhores equipes do mundo, e a Inglaterra, que assumiu a terceira colocação que antes era da seleção francesa. 

Título europeu credenciou seleção holandesa a estar no top 10

A conquista inédita da Eurocopa Feminina pela seleção holandesa, jogando em casa, sem dúvidas foi chave para o crescimento de cinco posições no ranking e que credenciou a presença da equipe entre as dez melhores pela primeira vez em sua história. A modalidade tem crescido nos últimos dez anos no país, com presenças na Uefa Women's Champions League por parte dos clubes holandeses, por jogadoras que atuam nos principais clubes e ligas do mundo, com uma política de sucesso, semelhante a tida em outras modalidades coletivas femininas como o handball e o vôlei. 

Em contra partida, seleções como a Noruega e a Espanha, que fizeram campanhas bem abaixo das expectativas geradas antes do torneio, foram as que tiveram as maiores quedas. As espanholas caíram da 13ª para a 17ª colocação, enquanto as norueguesas foram da 11ª para a 14ª colocação. 

Brasil em nono lugar após o Torneio das Nações

A Seleção Brasileira Feminina caiu uma posição em relação ao ranking anterior, indo da oitava para a nona colocação. As derrotas para a Austrália e Estados Unidos no Torneio das Nações pesaram na queda da equipe, que enfrentará novamente a seleção da Austrália em amistosos realizados no mês de setembro. A treinadora Emily Lima já convocou as jogadoras para esses dois jogos. 

Vale lembrar que o Brasil se prepara para o Campeonato Sul Americano, realizado no ano que vem no Chile e que dará duas vagas, podendo ser três dependendo da repescagem Conmebol-Concacaf, para a Copa do Mundo de 2019, realizada na França, além de duas vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020 e quatro vagas para os Jogos Pan Americanos de 2019 no Peru.

VAVEL Logo