Atlético de Madrid decepciona em casa e fica no empate com Qarabag

O Wanda Metropolitano estava mais uma vez lotado para receber o Atlético de Madrid em sua quarta partida na Uefa Champions League. O adversário da vez era o azarão Qarabag, do Azerbaijão. Apesar da grande pressão imposta pelos donos da casa o placar terminou empatado com um gol pra cada lado, pouco para os donos da casa.

Com o resultado os colchoneros ficam apenas na terceira colocação e observam Roma e Chelsea se distanciarem na tabela e precisará vencer ambos para buscar vaga na próxima fase da competição. No momento a briga dos rojiblancos é contra o próprio Qarabag, por uma vaga na Uefa Europa League.

Atleti tenta, mas é o Qarabag que abre o placar

O primeiro tempo da partida começou com a pressão dos donos da casa que buscaram propor o jogo e já aos três minutos deu a demonstração do que buscaria para o primeiro tempo com uma boa finalização de Griezmann de fora da área. O goleiro bósnio Sehic fez boa defesa.

A pressão colchonera permaneceu até a metade final do primeiro tempo quando o jogo passou a ser mais disputado no meio-campo e sem tantas descidas ofensivas de ambos os lados. O Qarabag deixou claro desde o primeiro momento que não se arriscaria e aguardaria o momento certo para punir um possível erro de seu adversário.

O erro do Atlético de Madrid veio aos 40 minutos. Após boa cobrança de escanteio o espanhol Míchel subiu no meio da zaga rojiblanca e testou com propriedade para o fundo da rede de Oblak que nada pode fazer para evitar. A jogada aérea - que já foi especialidade do time de Diego Simeone - tem se mostrado um problema e assombrado o time nos últimos tempos.

Anadolu Agency/Getty Images

Abalado pelo gol sofrido não restou ao Atleti nada a não ser esperar o apito final da primeira etapa para fazer os ajustes necessários. A derrota naquele momento colocava a equipe em situação delicada no grupo, mais um motivo para uma mudança urgente no intervalo.

Vitória ou derrota? Empate! 

O segundo tempo começou enérgico. Precisando do resultado o Atlético partiu para cima apesar dos muitos erros cometidos no início da segunda etapa. No entanto, os espanhóis foram recompensados pela insistência com um golaço logo nos primeiros minutos.

Após boa trama ofensiva Griezmann tocou de calcanhar para Thomas acertar um chute de rara felicidade do meio da rua e colocar números iguais no placar do Wanda Metropolitano. Poucos minutos depois o atacante brasileiro Pedro Henrique, do Qarabag, acertou uma voadora no queixo de Godín e foi expulso direto pelo árbitro da partida.

Javier Soriano/AFP/Getty Images

Se com 11 de cada lado a pressão já era enorme por parte dos colchoneros, a superioridade numérica só aumentou o ímpeto dos espanhóis sedentos pela virada. Mas, não foi tão fácil assim passar pelo bloqueio da equipe do Azerbaijão e apesar das substituições feitas por Simeone, o placar não foi movimentado.

Torres tentou, Griezmann e Godín também, mas o placar no Wanda Metropolitano não se moveu até o apito final. Já nos minutos finais Godín fez o estádio inteiro gritar gol ao cabecear rente à trave da equipe visitante e Savic, em um ato de infantilidade, ainda conseguiu tempo para ser expulso e deixar ambos com 10 jogadores em campo.

 

 

 

 

 

VAVEL Logo