Em busca de conquistas, Borussia Dortmund e Red Bull Salzburg abrem disputa na Europa League

Partida, válida pelas oitavas de final da competição, será disputada no Signal Iduna Park

Borussia Dortmund
Red Bull Salzburg
Borussia Dortmund: Bürki; Piszczek, Sokratis, Töprak, Schmelzer; Weigl, Castro, Götze; Schürrle, Batshuayi, Reus
Red Bull Salzburg: Walke; Lainer, Caleta-Car, André Ramalho, Ulmer; Yabo, Schlager, Samassekou, Berisha; Gulbrandsen, Dabbur
INCIDENCIAS: Partida entre Borussia Dortmund e Red Bull Salzburg, válida pelas oitavas de final da Uefa Europa League, que será disputada no Signal Iduna Park

A competição vai ficando cada vez mais acirrada. Com a diminuição das equipes, a competividade e, consequentemente, a qualidade dos esquadrões restantes aumenta, o que pode garantir duelos bastantes interessantes. Nesta quinta-feira (8), Borussia Dortmund e Red Bull Salzburg iniciam um duelo pelas oitavas de final da Uefa Europa League, com uma partida válida no Signal Iduna Park.

Na fase anterior, o Borussia Dortmund teve um difícil confronto contra a Atalanta, fez justiça ao adjetivo ao conquistar sua classificação com um gol nos momentos finais da partida de volta, que foi disputada na Itália. No Signal Iduna Park, um apertado triunfo por 3 a 2, virando a partida no segundo tempo e, no Atleti Azzurri D’Itália, a equipe da terra da bota comemorava a classificação até os 40 minutos do segundo tempo, mas Marcel Schmelzer balançou as redes e carimbou a passagem dos alemães.

O Red Bull Salzburg, por sua vez, também eliminou uma forte equipe: na partida de ida, os austríacos se impuseram diante da Real Sociedad, não sentiram a pressão do Anoeta, e empataram por 2 a 2, garantido um bom resultado por conta dos gols marcados fora de casa. Na Red Bull Arena de Salzburgo, uma vitória tranquila por 2 a 1 e a classificação para as oitavas de final.

Europa League é a chance de título para o Borussia Dortmund

Na Bundesliga, o Borussia Dortmund enfrentou outra equipe que é patrocinada pela Red Bull no último fim de semana: o Leipzig. A partida terminou empatada em 1 a 1, com direito a Marco Reus, cada vez entrando mais em forma, marcando pela terceira vez seguida. No Campeonato Alemão, porém, as chances de que a equipe de Peter Stöger são mínimas, já que o líder do Bayern de Munique possui uma vantagem de 21 pontos, que dificilmente será alcançada.

Com a também eliminação na Copa da Alemanha, a única chance real de título para o Dortmund na temporada se tornou a Uefa Europa League e, por isso, Peter Stöger pretende escalar aquilo que possui de melhor. Para esse compromisso, o treinador não poderá contar com o lateral-esquerdo Raphael Guerreiro, o atacante Andriy Yarmolenko, com problema no tendão e Shinji Kagawa, com lesão no tornozelo.

Bartra na final da DFB-Pokal: zagueiro será homenageado (Foto: Tobias Schwarz/AFP)

A partida ainda renderá uma homenagem de despedida para Marc Bartra, que se transferiu para o Real Betis na última janela de transferências. Seus episódios marcantes com a camisa aurinegra foram quando ele sofreu com o ataque de uma bomba no ônibus da equipe antes da partida contra o Monaco, pela Champions League e, meses depois, estava em campo para levantar o troféu da Copa da Alemanha. “Eu estou muito emocionado com essa oportunidade de poder reencontrar meus antigos companheiros tão cedo após deixar o clube, e também de ter chance de dizer tchau para os fãs maravilhosos do Borussia Dortmund”, disse o zagueiro espanhol.

“Não vai ser fácil, mas eles não podem nos surpreender. Pode ser um jogo bastante animado para os espectadores. Tem uma ou duas coisas que podemos tirar da última partida (contra o RB Leipzig), que podemos tirar de lição para agora. Nosso objetivo é competir forte e ser dominante”, disse Peter Stöger, em entrevista coletiva pré-jogo.

Red Bull Salzburg busca surpreender

A última partida do RB Salzburg ocorreu no último domingo (4). Em compromisso válido pela 25ª rodada do Campeonato Austríaco, os touros superaram o Rapid Vienna por 1 a 0, com gol de Valon Berisha e mantiveram a grande vantagem na tabela de classificação do torneio, abrindo 10 pontos para o Sturm Graz, segundo colocado. Se tudo continuar indo por esse caminho, o RBS tem tudo para conquistar o seu 12º título nacional, o quinto de forma seguida.

Dabbur é o destaque da equipe austríaca (Foto: Juan Manuel Serrano Arce/Getty Images)

Diferentemente da equipe rival, o treinador Marco Rose não tem nenhum tipo de problema para escalar sua equipe. Com isso, as únicas novidades são os retornos de Fredrik Gulbrandsen e Duje Caleta-Car para o elenco principal, já que ambos estavam suspensos na última partida, contra a Real Sociedad. O treinador alemão geralmente escala seu time no 4-3-1-2, tendo o atacante israelense Munas Dabbur como destaque: até aqui, ele marcou 16 gols e distribuiu três assistências em todas as partidas da temporada.

“O Borussia Dortmund tem uma qualidade ofensiva extraordinária e podem formar uma força de ataque massiva que você tem que pensar apenas em defender. Nós pensamos que podemos achar as chaves para o sucesso. Precisamos, definitivamente, uma performance perfeita em todos os setores, temos que defender com alerta e determinação, e atacar com muita coragem”, disse Marco Rose, treinador da equipe austríaca.