PSG conquista empate no fim diante do Saint-Étienne e pode faturar Ligue 1 na próxima rodada

Em um clássico nacional, pode-se esperar qualquer coisa. Desde o mais lógico ao mais peculiar. Por esses detalhes curiosos, o jogo entre Saint-Étienne x Paris Saint-Germain certamente é considerado um dos principais jogos da França, não apenas pelas conquistas dos dois times, mas pelos ingredientes de cada duelo. Na tarde desta sexta-feira (6), não foi diferente. Em confronto válido pela 32ª rodada da Ligue 1 2017-18 e disputado no Stade Geoffroy-Guichard, a partida terminou empatada em 1 a 1. Cabella marcou o gol dos anfitriões, enquanto Debuchy igualou o marcador nos acréscimos com um gol contra.

+ Veja o tempo real do jogo

O primeiro tempo foi completamente dominante por parte do ASSE. Enquanto os Verdes trocavam passes, criavam boas jogadas, finalizavam e levavam perigo, os parisienses apenas assistiram de maneira muito passiva à primorosa exibição dos mandantes. A partida começou equilibrada e estudada, mas o Saint-Étienne queria ter vantagem a todo o custo. E logo conseguiu. Aos 16 minutos, Debuchy levantou bola na área e Cabella finalizou com tranquilidade após dividida na pequena área. Placar aberto e festa espetacular dos torcedores verdes.

Era um passeio dos donos da casa, que não conseguiam trocar passes no setor ofensivo. E a situação poderia ter ficado pior em diversos momentos da etapa inicial. No primeiro deles, aos 28 minutos, Kimpembe derrubou Hamouma na área e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Na cobrança, porém, Cabella bateu muito mal e Areola defendeu com tranquilidade. Aos 40, Kimpembe cometeu nova falta dura, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Desestruturado, o PSG só conseguiu finalizar aos 40 minutos de jogo, em um chute torto de Lo Celso.

Philippe Desmazes/AFP/Getty Images

No segundo tempo, os visitantes vieram com uma postura diferente. Com os ânimos mais calmos e com a defesa reorganizada, o esquema tático foi modificado com o objetivo de deixar os jogadores de mais qualidade mais próximos do gol adversário. As principais tentativas eram feitas pelo alto e a defesa do ASSE conseguia afastar todo o perigo. Os mandantes perderam excelente chance quando Hamouna cobrou escanteio, Subotic desviou e Bamba isolou. O meia estava sozinho na pequena área e mandou por cima.

Relacionado no banco de reservas, Edinson Cavani entrou como a última cartada para buscar o empate. Mas aos 30 minutos da etapa complementar, o centroavante uruguaio e artilheiro da Ligue 1 desperdiçou uma chance inacreditável. Di María recebeu sozinho e tocou para o camisa 9. Sozinho, sem goleiro, dentro da área e de frente para a meta, Cavani mandou para fora. Com o passar do tempo, o Saint-Étienne suportava como podia a pressão parisiense, mesmo com um jogador a mais. Nos acréscimos, o goleiro Ruffier fez uma espetacular defesa ao evitar a redenção de Cavani. Porém, aos 47 minutos, não teve jeito. Lo Celso recuperou posse de bola no meio de campo e inverteu o jogo para Meunier, que cruzou. Mbappé desviou levemente de cabeça e a bola resvalou na coxa de Debuchy. Gol contra e empate suado conquistado longe de casa.

Philippe Desmazes/AFP/Getty Images

A igualdade no marcador manteve a boa sequência de resultados das duas equipes, que acumulam dez rodadas sem perder. Mas o prejuízo foi maior aos donos da casa, que não conseguem superar o adversário desde 2012. Na tabela de classificação, o Saint-Étienne estaciona na nona colocação, com 43 pontos, enquanto o Paris Saint-Germain segue disparado na ponta, com 84 pontos somados.

As equipes voltam a entrar em campo no próximo fim de semana. O ASSE enfrenta o Strasbourg no Stade de la Meinau, enquanto o PSG enfrenta o Monaco no Parc des Princes, com a necessidade de uma vitória simples para conquistar o sétimo título da Ligue 1 em sua história.

VAVEL Logo