Leverkusen atropela RB Leipzig fora de casa em confronto direto e entra no G4 da Bundesliga

Die Werkself saiu perdendo na Red Bull Arena, mas virou para 4 a 1 tendo Brandt como destaque e entrou no G4, enquanto os Bullens caíram para a sexta colocação

Leverkusen atropela RB Leipzig fora de casa em confronto direto e entra no G4 da Bundesliga
Brandt e Volland foram importantes na vitória dos visitantes (Foto: Reprodução/Bayer 04 Leverkusen)
RB Leipzig
1 4
Bayer Leverkusen
RB Leipzig: Gulácsi; Klostermann, Orban, Upamecano e Bernardo; Sabitzer, Kampl, Keita (Ilsanker, 76’) e Forsberg; Werner (Lookman, 69’) e Poulsen (Bruma, 56’). Técnico: Ralph Hasenhüttl.
Bayer Leverkusen: Leno; Lars Bender (Jedvaj, 68’), Tah, Sven Bender (Retsos, 17’) e Wendell (Henrichs, 62’), Baumgartlinger, Aránguiz, Brandt, Havertz e Bailey; Volland. Técnico: Heiko Herrlich.
Placar: 1-0, min. 16, Saibtizer. 1-1, min. 45, Havertz. 1-2, min. 50, Brandt. 1-3, min. 55, Retsos. 1-4, min. 68, Volland.
ÁRBITRO: Deniz Aytekin, auxiliado por Christian Dietz e Eduard Beitinger, com Holger Henschel como quarto árbitro. Nenhum cartão foi aplicado.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 29ª rodada da Bundesliga, realizada na Red Bull Arena, em Leipzig, na Alemanha.

Era um chamado “jogo de seis pontos” na Bundesliga. RB Leipzig e Bayer Leverkusen se enfrentaram na Red Bull Arena em confronto direto pela briga do G4 no Campeonato Alemão nesta segunda-feira (9). Mas mesmo com times tão parelhos, os visitantes dominaram: o Leverkusen saiu atrás no placar, mas venceu por 4 a 1 com uma tranquilidade surpreendente (especialmente no segundo tempo) e entrou na zona de classificação para a próxima Uefa Champions League.

O Leipzig começou abrindo o placar com Marcel Sabitzer no começo do jogo, mas perto do intervalo Kai Havertz empatou. No segundo tempo o Leverkusen passeou e sacramentou a vitória com gols de Julian Brandt, Panagiotis Retsos e Kevin Volland. Brandt foi o grande nome da partida com um gol e uma assistência, enquanto Volland quebrou um jejum de quase três meses sem marcar pela liga.

Com o resultado, o Die Werkself chegou aos 48 pontos e subiu para a quarta colocação. Já os Bullens foram ultrapassados pelos rivais desta segunda-feira (9) e pelo Eintracht Frankfurt, caindo para o sexto lugar e ficando na zona de classificação para a Uefa Europa League.

Com dois gols e uma assistência, Brandt foi o grande destaque do jogo (Foto: Reprodução/Bayer 04 Leverkusen)
Com gol e assistência, Brandt foi o grande destaque do jogo (Foto: Reprodução/Bayer 04 Leverkusen)

O jogo

A primeira grande chance do jogo foi do Leverkusen, logo aos 3min de jogo. Em cruzamento para a área, Jonathan Tah desviou e Julian Baumgartlinger concluiu de cabeça quase na pequena área, forçando grande defesa de Peter Gulácsi. Aos 8min, em contra-ataque perigoso, Brandt recebeu passe pela esquerda de Volland e saiu em disparada, mas acabou errando na hora de concluir a jogada e entregou a bola de presente para a defesa do RB Leipzig.

Os donos da casa chegaram com mais força apenas aos 10min, com boa chegada de Timo Werner pela direita, mas a finalização foi cortada por Tah. Aos 14 veio outra boa chance do Leipzig: Naby Keïta recebeu no meio e cortou bem a marcação, mas chutou de longa distância para fora. Apesar disso tudo, as investidas até então eram pequenas e o começo do jogo ficou marcado por muito estudo do adversário por parte de ambas as equipes.

Sabitzer chegou a abrir o placar, mas o Leipzig não conseguiu manter a vantagem (Foto: Odd Andersen/AFP via Getty Images)
Sabitzer chegou a abrir o placar, mas o Leipzig não conseguiu manter a vantagem (Foto: Odd Andersen/AFP via Getty Images)

Mas tudo mudou aos 16min. Em jogada pelo meio, Marcel Sabitzer recebeu e lançou para Yussuf Poulsen, que devolveu de cabeça. Sabitzer recebeu novamente e chutou com força no canto direito de Bernd Leno, abrindo o placar para os Bullens e fazendo a festa do torcedor na Red Bull Arena. No minuto seguinte, mais problemas para o Leverkusen: Panagiotis Retsos entrou no lugar de Sven Bender, que sofreu uma lesão e precisou deixar a partida mais cedo.

Os visitantes tentaram mostrar alguma reação aos 23min, quando Havertz recebeu ótimo lançamento de Brandt, mas pegou mal na bola dentro da área e isolou a chance. Dois minutos depois aconteceu o contrário: Havertz partiu em velocidade e cruzou para Brandt, mas o camisa 10 – livre na área – não alcançou a bola. O Die Werkself mostrou ter acordado e continuou pressionando. Aos 32, a grande chance: Brandt recebeu enfiada no meio e chegou livre na área, mas finalizou em cima de Gulácsi.

Parecia que o primeiro tempo acabaria assim, mas no último lance, o Leverkusen armou o contra-ataque após escanteio do RB Leipzig: Bender recebeu e lançou para Leon Bailey, que disparou pela esquerda e cruzou para Havertz, que concluiu muito bem de esquerda para marcar o lindo gol de empate dos visitantes.

Havertz (esq.) fez um belo gol para empatar o jogo (Foto: Odd Andersen/AFP via Getty Images)
Havertz (esq.) fez um belo gol para empatar o jogo (Foto: Odd Andersen/AFP via Getty Images)

O segundo tempo começou e logo com 5min o Leverkusen virou a partida. A jogada começou no campo de defesa: Leno bateu uma cobrança de falta da própria área, Volland desviou, Havertz ajeitou e Brandt aproveitou a desatenção da defesa dos Bullens para matar no peito e fazer o segundo dos visitantes, que tomavam a liderança e entravam no G4.

O Leverkusen seguiu na pressão e aos 10min, veio o terceiro. Brandt bateu falta pela direita, a bola desviou e cruzou toda a defesa para chegar em Retsos. O jovem lateral, que entrou no primeiro tempo, soltou a bomba de direita e ampliou para 3 a 1, marcando seu primeiro gol pelo Die Werkself e aliviando a situação com uma boa vantagem.

Aos 16, o Leverkusen teve um prejuízo enorme: o lateral-esquerdo brasileiro Wendell prendeu o pé esquerdo na grama em um lance feio e precisou sair carregado. Foi a segunda substituição por lesão que o técnico Heiko Herrlich no jogo: em seu lugar entrou o jovem Benjamin Henrichs.

Wendell sofreu uma lesão e deixou o jogo mais cedo (Foto: Martin Rose/Bongarts via Getty Images)
Wendell sofreu uma lesão e deixou o jogo mais cedo (Foto: Martin Rose/Bongarts via Getty Images)

Os visitantes seguiram dominando o segundo tempo e fizeram o jogo ficar fácil. Aos 24, o Leipzig saiu jogando errado no campo de defesa. Charles Aránguiz recuperou e deixou para Brandt, que rolou para Volland fuzilar e marcar seu 11º gol na Bundesliga. Com o tento, o camisa 31 quebrou um jejum de 793 minutos sem marcar gols no Campeonato Alemão – o último havia sido na derrota por 3 a 1 para o Bayern de Munique, em 12 de janeiro.

A única chance de perigo do Leipzig até o fim do jogo veio aos 37min – após troca de passes no ataque, Bruma invadiu a área pela esquerda e bateu firme, mas mandou para fora. O técnico Ralph Hasenhüttl substituiu alguns de seus principais jogadores visando o jogo da volta das quartas de final da Europa League contra o Olympique de Marseille, nesta quinta-feira (12), e os mandantes aceitaram o resultado no final.

Fim de jogo, vitória tranquila do Bayer Leverkusen por 4 a 1. O próximo desafio do Die Werkself também é direto pelo G4: contra o quinto colocado Eintracht Frankfurt neste sábado (14), em casa, na BayArena. Já o RB Leipzig faz o jogo da volta das quartas de final da Europa League na quinta (12) contra o Olympique de Marseille, na França – venceu a ida por 1 a 0. Pela Bundesliga, o próximo jogo dos Bullens é contra o Werder Bremen, fora de casa, no domingo (15).

Retsos fez seu primeiro gol com a camisa do Leverkusen (Foto: Reprodução/Bayer 04 Leverkusen)
Retsos fez seu primeiro gol com a camisa do Leverkusen (Foto: Reprodução/Bayer 04 Leverkusen)