min. 4 (1ºT), min. 44 (1ºT), min. 43 (2ºT) -Cristiano Ronaldo min. 24 (1ºT), min. 10 (2ºT) - Diego Costa; min. 13 (2ºT) - Nacho
Ronaldo faz três, Nacho vai do inferno ao céu e Portugal e Espanha empatam em Sochi

Ronaldo faz três, Nacho vai do inferno ao céu e Portugal e Espanha empatam em Sochi

Com três gols marcados, CR7 iguala recorde de Pelé e evita derrota portuguesa em Clássico Ibérico

lucasmontagnini
Lucas Montagnini

A noite no estádio de Sochi será inesquecível para espanhóis e portugueses. Em um dos jogos mais esperados dessa fase de grupos da Copa do Mundo, Portugal e Espanha não deixaram nada a desejar em suas estreias na competição. Em uma partida que terminou em 3 a 3, o segundo confronto do grupo B foi marcado por belos gols, falha do goleiro De Gea e uma atuação memorável de CR7.

No início da partida os portugueses pressionaram bastante os espanhóis, e logo aos três minutos o craque Cristiano Ronaldo foi derrubado por Nacho dentro da área. O árbitro italiano marcou a penalidade máxima a favor dos lusitanos e o próprio camisa 7 bateu o pênalti para abrir o placar.

Apesar do bom início dos portugueses, a seleção Espanhola melhorou muito na partida, aos poucos conseguiu ganhar espaço e passou a dominar o jogo. A partir daí não foi necessário muito tempo para a Espanha igualar o marcador. Aos 23 minutos, Diego Costa recebeu na entrada da área, driblou três jogadores e chutou no canto de Rui Patrício, marcando assim o seu primeiro gol em Mundiais.

Três minutos depois, a seleção Portuguesa levou um susto quando Isco aproveitou um rebote e acertou o travessão em uma batida forte de fora da área. Os jogadores espanhóis pediram a marcação do gol, mas a bola bateu na linha e não entrou. Essa foi a segunda oportunidade que o árbitro de vídeo (VAR) poderia ter sido requisitado, mas o italiano preferiu não utilizar o recurso.

No momento em que a Espanha tomava conta das ações ofensivas do jogo, a estrela de CR7 brilhou novamente. O português finalizou forte no meio do gol e contou com uma ajudinha do goleiro De Gea, que tomou um frangaço e deixou os portugueses de novo na frente. 

Já na volta do intervalo, foi a vez da Espanha ter uma rápida reação. Em menos de 15 minutos, os espanhóis voltaram a ficar à frente do placar. Diego Costa marcou seu segundo gol e deixou tudo igual após receber assistência de Busquets. Dois minutos depois, Nacho pegou a sobra de fora da área e encheu o pé para virar a partida para a seleção de Fernando Hierro.

Após o terceiro gol, a Fúria passou a impor o seu estilo de jogo, atingindo 65% de posse de bola. Apesar do domínio espanhol, o capitão português foi decisivo novamente, e em uma bela cobrança de falta marcou o gol de empate nos minutos finais da partida. Com três gols marcados, CR7 se igualou a Pelé, Uwe Seeler e Klose chegando assim ao feito histórico de ter marcado gols em quatro edições do Mundial. Além disso, o atacante igualou Puskás (Hungria) como segundo maior goleador de todas as seleções.

Neste momento a seleção Iraniana lidera o grupo B, já que foi a única equipe do grupo a vencer nessa primeira rodada. Portugal e Espanha estão empatados na segunda colocação, enquanto a lanterna do grupo fica com a seleção de Marrocos.

Na próxima rodada Portugal vai até a capital Russa, enfrentar a seleção marroquina no Estádio Luzhniki na quarta-feira (20) às 9h. Enquanto isso, a Espanha volta a campo para enfrentar o Irã no mesmo dia, às 15h no Estádio Kazan.

 

VAVEL Logo
    CHAT