Revista alemã revela tentativa do Bayern de deixar Bundesliga e fundar Superliga Europeia
Reprodução/Bayern

Revista alemã revela tentativa do Bayern de deixar Bundesliga e fundar Superliga Europeia

Documentos vazados explicam projeto de novo torneio e sondagens para deixar a liga nacional

francesco-chianelli
Francesco Chianelli

Nesta sexta-feira (2), o site Football Leaks divulgou, através do jornal alemão Der Spiegel, documentos bombásticos sobre a equipe do Bayern de Munique. Nos registros, é revelada a tentativa do clube de deixar a Bundesliga, como uma maneira de formar uma nova liga composta por equipes da elite do futebol. Além disso, o abandono da UEFA também foi constado como um dos objetivos.

Em primeiro lugar, a revista revela que, em 2016, o clube acordou juridicamente para barrar a convocação de seus atletas para a Seleção Alemã, além de impedir que as responsabilidades legais por parte da DFB e associações internacionais sejam exercidas com o fim de punir o clube pelo abandono das suas competições.

Micheal Gerlinger, diretor jurídico do gigante da Baviera, reuniu-se com a Cleary Gottlieb, empresa de advogados com escritórios espalhados pela Europa, em 2016, quando foram debatidas as consequências legais desta retirada dos alemães da UEFA. 

O principal arquiteto da revolução contra a entidade europeia foi o presidente do Bayern, Karl-Heinz Rummenigge. O mandatário, junto a outros clubes europeus, manteve os bastidores em segredo da ECA (European Club Association), instituto que representa o interesse de mais de 200 times no futebol do Velho Continente e na qual o mesmo também é presidente.

O site também afirma que existem informações sobre uma reunião da empresa de advogados com seis outras equipes do topo do futebol europeu, para o lançamento futuro de uma Superliga. O torneio colocaria um fim no atual formato da Champions League, a partir de 2021.

Extrato do documento foi divulgado (Der SpiegelFootball Leaks)

O termo entre os 16 clubes presentes no torneio seria assinado no fim deste mês. A competição não teria rebaixamento e teriam um lugar garantido por 20 anos. Os desdobramentos da polêmica devem sair nos próximos dias.

VAVEL Logo