Aos 24 anos, Niklas Süle acredita chegar ao topo da posição mais cedo que Van Dijk
Foto: Reprodução/Bundesliga

Niklas Süle é um daqueles jogadores que surgem em seu país como promissor. No caso do Bayern de Munique, o zagueiro de 24 anos era tido por muitos torcedores como sucessor de Mats Hummels e de Jerome Boateng na equipe principal do time bávaro. Com a saída desses dois experientes, o garoto alemão agora ruma para fazer história. Segundo ele, pode chegar ao ápice mais cedo que o holandês Virgil van Dijk, também zagueiro, que é tido como o melhor da posição atualmente aos 28 anos de idade.

Em boa parte da temporada 2019-20 indisponível para jogo, Süle teve que se contentar em se recuperar da lesão grave que sofreu no ligamento cruzado do joelho no empate em 2 a 2 com o Augsburg, em 19 de outubro de 2019. Sua recuperação seguiu durante a pandemia do novo coronavírus e agora pode voltar aos poucos às escalações de Hans-Dieter Flick.

Mas a segunda lesão no joelho do jovem zagueiro não foi capaz de decepcionar Süle por muito. Em entrevista ao site oficial do próprio Bayern, o zagueiro revelou sua vontade de um dia ainda ser o melhor do mundo em sua posição:

“Se as pessoas disserem que estou entre as melhores do mundo, ficarei feliz. Esse é o meu objetivo”

Os seis meses de recuperação fazem com que o atleta do time alemão replaneje sua caminhada profissional em busca do topo do mundo de zagueiros. Assim, ele cita Virgil van Dijk, que ficou em segundo no prêmio de Melhor Jogador Masculino da FIFA de 2019 e Ballon d'Or:

“Van Dijk ingressou no Liverpool aos 27 anos. Agora está no topo, com pouco menos de 30 anos. Os zagueiros atingem seu pico a partir dos 20 anos. Você tem a experiência e a calma necessária, além de ser o seu pico físico. Ele não estava no radar de todos quando no Southampton, mas conseguiu aumentar o nível em Liverpool. Eu tenho todas as chances no Bayern. Está em minhas mãos para eu me tornar um dos melhores zagueiros do mundo ou não.”

Essa comparação é bem feita, pois o holandês é quatro anos mais velho que o alemão. Por ter essa referência de tempo de carreira de Virgil van Dijk, Süle agora quer dar ‘o próximo grande passo nos próximos três anos’. Três anos no Bayern de Munique e dois na seleção da Alemanha — somando ao currículo a disputa da Copa das Confederações 2017 e a Copa do Mundo 2018 — dão as doses inciais de experiência e alto nível ao zagueiro.

Süle acredita que ‘voltará mais forte’ após sua reabilitação e confirmou que a pandemia lhe deu mais tempo para se recuperar e não perder jogos. Outro ponto que a adjetiva a pausa do futebol como positiva para ele é o adiamento da Eurocopa 2020, passada para 2021. Se ocorresse no meio deste ano, o alemão estaria voltando de lesão, mas com a Euro daqui a um ano, seu tempo para fazer boas atuações é aumentado consideravelmente.

VAVEL Logo